Eleições 2018: pesquisa Doxa ao governo do Pará e Senado

Compartilhe nas redes sociais.

Conforme anunciado no texto anterior, além do Instituto Acertar, a Doxa Pesquisas também registrou, realizou e publicou pesquisa eleitoral para o governo do Pará, Senado e a disputa presidencial. Ambas tornaram públicos os seus números na mesma data, anteontem, 24. Portanto, além do Ibope que lançou seus dados na semana passada, duas novas foram publicadas, todas em um intervalo de uma semana.

Primeira pesquisa Eleitoral da DOXA registrada no T.R.E sob o nº PA-02222/2018 para Governo do Estado do Pará, Senado, Presidente da República, e mostra o ministro Helder Barbalho liderando as intenções de voto. Doxa realizou a pesquisa entre os dias 15 a 21 de fevereiro de 2018 com uma amostra de 2.000 entrevistas. O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral. A margem de erro da pesquisa é de 2,2 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra. Da mesma forma que as anteriores, e mantendo o padrão de consulta, a Doxa apresentou duas linhas de levantamento de informações: estimulada e a espontânea. Vamos aos dados postados no domínio da Doxa:

ESTIMULADA:

Na questão estimulada em que são apresentados os nomes dos pré-candidatos ao governo do Estado, Helder Barbalho (PMDB) aparece em primeiro lugar com 33,4% das intenções de voto. Márcio Miranda (DEM) é o segundo colocado com 13,8%. Em terceiro lugar ficam tecnicamente empatados, Paulo Rocha (PT) e Úrsula Vidal (sem partido), 7,8% e 7,6%, respectivamente. Os indecisos somam 14,1% e aqueles que pretendem anular o voto ou votar em branco são 18,1%.

COMPARATIVO:

Na séria histórica das pesquisas Doxa realizadas em 2017, Helder Barbalho em maio tinha 21,7% das intenções de voto; em julho subiu para 30,0%; na pesquisa de novembro permaneceu com o mesmo índice, 30,1%. Agora em fevereiro/2017 vai para 33,4%. Márcio Miranda, em maio tinha 2,1%, passando para 4,9% em julho. Chegou em novembro de 2017 com 12,2%. Agora Márcio Miranda está com 13,8%. Paulo Rocha em maio tinha 5,9%, atingiu 4,9% em julho, permanecendo como mesmo índice em novembro de 2017. Agora sobe para 7,8%.

ESPONTÂNEA:

Na questão espontânea em que não são apresentados os nomes dos pré-candidatos, Helder Barbalho (PMDB) aparece na frente com 15,5% das intenções de voto. Márcio Miranda (DEM) vem com 5,2%. Em seguida aparece o deputado federal Edmilson Rodrigues (PSOL) com 2,4%, tecnicamente empatado com o senador Paulo Rocha, 2,3%. Úrsula Vidal, 2,1% e Sidney Rosa, 1,8%. Os indecisos somam 44,2% e os que pretendem anular o voto ou votar em branco são 15,3%.

SEGUNDO TURNO:

Foram realizadas três simulações para o segundo turno. Entre Helder e Márcio Miranda, o emedebista, ficaria com 47,0% e Márcio Miranda, 21,5%. Entre Helder e Úrsula, o candidato emedebista ficaria com 49,0% e Úrsula, 15,4%. Numa possibilidade de segundo turno entre Márcio Miranda e Úrsula, o candidato do DEM ficaria com 33,5% e Úrsula com 21,3%.

SENADO:

Se a eleição para o senado fosse hoje, Jader Barbalho e Simão Jatene, seriam os eleitos. Na pesquisa estão tecnicamente empatados, 11,8% e 11,5%, respectivamente. O ex-senador Mário Couto ficaria com 7,8%, seguido do atual senador Flexa Ribeiro, 5,8%. Jordy vem com 5,5%; Marinor Brito, 5,3%. O vice-governador, Zequinha Marinho está com 4,4%. Helenilson Pontes, 3,1% e Jarbas Vasconcelos, 1,2%. Os indecisos são 23,3% e os que tendem a votar em branco ou nulo somam 10,5%.

Novamente, assim como na pesquisa do Instituto Acertar, o nome do deputado estadual Márcio Miranda não consta no formulário com os nomes para o Senado. Há uma semana, na pesquisa Ibope, o nome de Miranda constava na disputa para a Câmara Alta. Por que agora, uma semana depois, não aparece? Os referidos institutos definiram que o cenário político será esse? Não há espaços para mudanças? Que a estratégia de Simão Jatene está definida? E que a candidatura de Miranda ao Palácio dos Despachos está sacramentada, com a sua desistência de Senado? Que comecem os jogos…

Fonte: Doxa Pesquisas (com adaptações)

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*