Helder Barbalho perdeu no segundo turno em Parauapebas. Mais um aviso ao prefeito Darci Lermen

Compartilhe nas redes sociais.

A vitória apertada de Helder Barbalho no primeiro turno em Parauapebas foi um sinal. A diferença ficou em pouco mais de seis mil votos (40.824 contra 34.378), favorável ao candidato do MDB. No primeiro turno de 2014, Helder venceu no município com diferença superior a 20 mil votos do então candidato à reeleição e atual governador Simão Jatene, e sem ter a máquina municipal como aliada.

Na postagem intitulada: ” O peso negativo do ‘fator Darci’ na eleição de primeiro turno”, o blog analisou o pífio resultado conseguido na capital do minério pelo candidato do MDB, tendo como cabo eleitoral uma máquina municipal poderosa, a segunda mais rica do território paraense, além de, na condição de ministro de Estado, ter entregue diversas obras. Questionou-se também o papel do prefeito Darci Lermen durante a eleição. No final, do citado texto, provocou-se o mandatário parauapebense com os seguintes questionamentos: a estratégia do Palácio do Morro dos Ventos será alterada? Darci dará uma resposta aos Barbalho no segundo turno? Ou confirmará – mais uma vez – o vexame que está sendo a sua gestão, agora refletido nas urnas?

Dias depois do resultado apertado no primeiro turno, Darci Lermen foi chamado para uma reunião com Helder Barbalho. O prefeito teve que explicar ao candidato do MDB o baixo desempenho conseguido no quinto maior colégio eleitoral paraense. O resultado do segundo turno veio, e com ele a derrota de Helder Barbalho em Parauapebas. O candidato do DEM conseguiu 52 mil votos, contra 46,4 mil do candidato do MDB. A diferença foi pequena e em nada poderia interferir no processo de eleitoral, todavia é mais um sinal – de muitos já apresentados – que o governo municipal vive um momento delicado, de grande rejeição. A impopularidade de Lermen, sem dúvida, pesou contra o seu aliado e o fez perder a eleição em Parauapebas.

Helder Barbalho venceu em 96 municipalidades, número inferior ao primeiro turno, quando foi o mais votado em 115 municípios paraenses. Venceu em Canaã dos Carajás e Eldorado dos Carajás, prefeitos de seu partido. Entre os municípios da região controlados pelo MDB, apenas em Parauapebas, Helder perdeu. Ainda bem que, o governador eleito não precisou dos votos de Parauapebas e do empenho do prefeito Darci Lermen para ganhar a eleição. Mais um recado foi dado, talvez o mais significativo de todos. Em dois meses o atual mandatário completará metade de seu mandato e a sua rejeição só aumenta. Preciso desenhar?

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.