O desafio da escolha dos vices

Compartilhe nas redes sociais.


A eleição presidencial que se aproxima carrega consigo uma particularidade interessante: a negativa quase generalizada ao convite para ser vice nas chapas presidenciais. Está sendo assim como Geraldo Alckmin, que ainda não fechou o seu vice e teve negado os convites que fez (até o momento dois). Jair Bolsonaro já teve quatro recusas. Marina Silva também já recebeu não.

Claro que os presidenciáveis ainda estão no prazo. A Justiça Eleitoral os garante o tempo de escolha até o próximo dia 05 de agosto, data limite das convenções partidárias; com o registro das candidaturas em até 10 dias depois. Em alguns casos o interessante é que, o candidato está escolhido, a política de alianças está confirmada; porém não há definição dentro do campo aliado de um nome para compor a chapa.

Ciro Gomes ainda não tornou público nenhum convite (a um nome específico como os citados acima). Abriu a vaga de vice em sua chapa aos partidos, que foram aos poucos desprestigiando o ex-governador cearense. Ainda resta o PSB como a última opção. Gomes caminha para o isolamento político, assim como estão – neste momento – Jair Bolsonaro e Marina Silva.

A indefinição dos vices, mesmo com sucessivas negativas aos convites não é algo anormal dentro do processo pré-eleitoral; porém – no caso de 2018 – por ser predominante, passou a ser o retrato ou a consequência clara do cenário político turvo, incerto e, sem dúvida, ainda sofrendo os rebatimentos do processo de impeachment de Dilma Rousseff (levando em consideração como aconteceu e o papel do então seu vice e atual presidente, Michel Temer).

Na – talvez – mais híbrida disputa eleitoral desde o processo de redemocratização do país, que não se tem um cenário exageradamente incerto em diversos sentidos: nomes que concorrerão, acordos, política de alianças, planos de governo, etc. As sucessivas negativas para a composição de vices em diversas candidaturas não são por acaso. É uma consequência do cenário político que se arrasta desde 2016 e que culminará no processo eleitoral que se aproxima. A saga da busca dos vices continua.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.