A Abertura da Semana de Formação de Cultura foi um sucesso!

0
8

Escrevo este artigo tendo acabado de chegar da Abertura da Semana de Formação de Cultura promovida pela SECULT – Parauapebas, com a presença de várias autoridades do Governo do Estado na área, inclusive a autoridade máxima, a própria Secretária Estadual de Cultura Úrsula Vidal.

A impressão que eu tive foi a melhor possível. Saulo Ramos mostrou que ainda é imbatível em Parauapebas quando se trata de promover um evento. Tudo estava simplesmente perfeito!

Saulo mostrou também que entende e muito da pasta ao promover um evento altamente técnico e ao mesmo tempo, acessível. Rodas de conversas de gestores, workshops, palestras… o cardápio é variado e as temáticas, abrangentes. Tem tudo pra ser um sucesso!

A abertura se deu com a banda de música da Escola Municipal de Música Waldemar Henrique, que fez uma apresentação muito consistente, eclética e com um repertório de bom gosto. Realmente, uma apresentação de gala, parabéns!

Várias outras apresentações se sucederam até que começassem os discursos tão esperados. Uma “Mesa de Honra” (não era realmente uma mesa) maior do que seria necessário, mas não chegou a ser maçante, apesar da falta de jeito de alguns discursos. Saulo, visivelmente emocionado, reforçou o compromisso da atual gestão com o fazer cultural, combatendo a política de “cultura de festas”; confirmou os editais culturais, umas das grandes pautas do movimento dos nossos artistas e produtores locais e reafirmou à Secretária Úrsula a necessidade de aproximação com os aparelhos culturais do Estado, uma das promessas do “Governo Presente” de Helder. Foi muito aplaudido, mostrando que o segmento está com ele, apesar de desconfianças iniciais.

Outro discurso que merece menção foi o do Representante do Ministério das Cidades, Secretaria Especial de Cultura (o rebaixado MinC). Visivelmente nervoso, evitou temas polêmicos. Mas da plateia, um coro de “Volta, MinC” pôde ser ouvido, fazendo-o se atrapalhar e inclusive a chamar a “Secretaria Especial” de Ministério.

E por fim, Úrsula. Soberana e dona do espaço, a Secretária é dona de um carisma que faz com que as pessoas naturalmente orbitem ao seu redor. Com um discurso de união e aproximação, Úrsula agradou a todos os presentes. E fechou com um maravilhoso, sonoro e lindo: “Ninguém larga a mão de ninguém”! Tendo sido ovacionada de pé por todo o CDC lotado!

Esta semana promete, amigos. E eu escreverei sobre todas as ações que eu venha a participar. As duas mais aguardadas por mim são: o bate-papo sobre gestão cultural com a presença de secretários, diretores, coordenadores e quem trabalhe com gestão de políticas públicas de cultura e a apresentação do cara do ex-Ministério da Cultura… Esse então, eu mal posso esperar, hehehe.

Crédito da foto: Rebeca Valquíria

Deixe uma resposta