Ações presenciais do Maio Amarelo são adiadas para setembro

0
8

Neste mês, a campanha será feita nas plataformas digitais devido à Covid-19, que provocou um dado positivo neste ano: redução dos acidentes de trânsito.

A fim de atender os protocolos de prevenção contra o novo coronavírus, do Ministério da Saúde, a coordenação do Movimento Maio Amarelo, juntamente com a direção do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), decidiu transferir as ações presenciais da campanha de trânsito para setembro próximo.

Atividades como blitze educativas, apresentações teatrais e palestras em escolas, empresas e instituições, que eram intensificadas neste período pelo Núcleo de Educação para o Trânsito (NET), são substituídas por publicações digitais nos perfis da Prefeitura de Parauapebas na internet.

Em uma análise comparativa, o Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT) identificou que houve uma redução de 62,06% em acidentes de trânsito no município. Em abril de 2019 o órgão registrou 58 acidentes de trânsito; já neste ano, foram contabilizados 22. “É um ganho significativo para nós, mas com certeza é em decorrência da diminuição de pessoas nas vias de nossa cidade, neste momento de pandemia. A gente quer que essa diminuição de acidentes de trânsito ocorra durante o ano todo”, comenta o diretor do DMTT, Raphael Pinheiro.

O Maio Amarelo é um movimento internacional de conscientização para redução de acidentes de trânsito, que tem como objetivo chamar a atenção da sociedade para o alto índice de mortos e feridos no trânsito em todo o mundo. A campanha é uma ação coordenada entre o poder público e a sociedade civil.

Em Parauapebas, este é o 6ª ano consecutivo que o município realiza a campanha do Maio Amarelo, que desta vez aborda o tema “Perceba o Risco. Proteja a Vida”.

Informe Publicitário: Texto: Sara Dias – Assessoria de Comunicação/PMP

Deixe uma resposta