2018 já começou: pesquisa Ibope sobre a disputa presidencial

Compartilhe nas redes sociais.

No último dia 26 o Instituto Ibope divulgou pesquisa referente a corrida presidencial de 2018. Foram colocados diversos nomes para os eleitores (2002 pessoas foram ouvidas em 140 municípios espalhados pelo Brasil): ex-presidente Lula (PT); José Serra (PSDB), Geraldo Alckmin (PSDB), Aécio Neves (PSDB); Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT). Ibope anunciou que a margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. A referida pesquisa foi dividida em quatro partes:

Rejeição


Os maiores índices de rejeição (eleitor diz que não votaria de jeito nenhum), segundo a pesquisa Ibope, são de:

– Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 55%;
– Senador José Serra (PSDB-SP): 54%;
– Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB): 52%;
– Ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE): 52%;
– Ex-ministra e ex-senadora Marina Silva (Rede): 50%;
– Senador Aécio Neves (PSDB-MG): 47%.

Certeza de voto


No levantamento, o Ibope também perguntou em quem os eleitores votariam com certeza:

– Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 23%;
– Senador Aécio Neves (PSDB-MG): 15%;
– Ex-ministra e ex-senadora Marina Silva (Rede): 11%
– Senador José Serra (PSDB-SP): 8%;
– Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB): 7%;
– Ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE): 4%.

Possibilidade de voto


Outra pergunta do Ibope foi em quais candidatos os eleitores poderiam votar:

– Ex-ministra e ex-senadora Marina Silva: 28%;
– Senador Aécio Neves: 27%;
– Senador José Serra: 24%;
– Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin: 23%;
– Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva: 18%;
– Ex-ministro Ciro Gomes: 16%.

Conhecimento


Os eleitores responderam ainda sobre quais candidatos não conhecem o suficiente para opinar. O resultado foi o seguinte:

– Ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE): 24%;
– Governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB): 16%;
– Senador José Serra (PSDB-SP): 11%;
– Ex-ministra e ex-senadora Marina Silva (Rede): 10%;
– Senador Aécio Neves (PSDB-MG): 9%;
– Ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT): 2%.

Entre os diversos pontos da pesquisa, um dos fatores mais relevantes diz respeito aos números do ex-presidente Lula. O petista obteve o maior índice de rejeição e ao mesmo tempo e o de maior certeza de voto. Esse cenário confirma que dependente da região ou cidade, Lula lidera com folga ou perde voto, cristalizados no índice de rejeição. Na questão de popularidade, Lula sobre em relação aos concorrentes, quando se pergunta sobre a certeza em votar, o ex-presidente possui mais do que o dobro do segundo colocado.

Muitos podem achar precipitado pesquisas referentes a disputa presidencial, haja vista, que acabamos de sair de um pleito e ainda faltam três anos para a próxima. No caso da corrida ao Palácio do Planalto, diferentemente de outras disputas político-eleitoral, não há período ou prazo para pesquisas ou discussões sobre o assunto, portanto, o processo é intermitente. O “ponta pé inicial” foi dado. Como se percebe 2018 já começou.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta