Começa a esquentar os bastidores políticos

Compartilhe nas redes sociais.

Faltando um ano para a próxima disputa eleitoral, em
Parauapebas o processo já começa a esquentar. Diversos encontros vem ocorrendo
em diversos pontos da cidade, visando iniciar os primeiros acordos políticos e
apresentação dos nomes que almejam tornar-se autoridades públicas. Nas
campanhas majoritárias que possuem estrutura maior, os pretendentes ao Palácio
do Morro dos Ventos começam a se movimentar, no velho rito político-eleitoral
de visitar pessoas, percorrer ruas, fazer ações sociais e produzir publicidade.
No caso dos pretendes ao legislativo municipal, a próxima
disputa promete bater recordes de candidaturas, fruto do atual processo de
desanimo da população com os atuais representantes da Casa de Leis da “Capital
do Minério”. Por isso, o momento é propício para os “novatos” ou até mesmo para
os que já disputaram eleições anteriores.
Nesta fase (faltando um ano para o pleito) as discussões e
encontros políticos ainda acontecem sem muito alarde, com devido cuidado em
divulgar ou até mesmo em saber que ocorrem por quem os organiza, justamente
porque o momento ainda é de muitas indefinições, até mesmo em confirmar
candidaturas que são dadas como certas ou já definidas pela opinião pública
local.
Momento também é de costurar acordos e alianças em patamares
políticos estadual e até federal. Deputados estaduais e federais, senadores
além de governadores entram em cena e buscam apoiar e fortalecer as suas
plataformas políticas já de olho em 2018. No caso dos mandatários estaduais,
eleger a maior quantidade de prefeitos de sua base de apoio é importante para
manter o controle do tabuleiro político, pavimentando assim a continuidade de
seus projetos de poder no próximo pleito.

E assim a política que desencadeia em um processo eleitoral
é construída em etapas, respeitando ritos e protocolos que seguem uma lógica e
que resultam em um resultado, favorável a uns e desfavorável a outros. Que
venha 2016.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta