Na disputa pelo Palácio do Morro dos Ventos, Darci Lermen lidera

Compartilhe nas redes sociais.

Em pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa e Gente e
Mercado – DESTTAC, que foi contratada pela empresa Amazônia Jornalismo e
Publicidade LTDA – ME e que foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral no
número: PA – 05029/2016, apontou que o ex-prefeito Darci Lermen (PMDB) aparece
liderando as intenções de votos para o Palácio do Morro dos Ventos, sede da
prefeitura de Parauapebas.
Depois de várias consultas (sem registro no TSE, não se
considera pesquisa) que foram realizadas pela cidade por diversos comendadores
e até as de consumo interno de partidos ou grupos políticos, essa em outro
patamar, registrada, confirma o atual cenário político da “capital do minério”.
Em todas as anteriores, Darci Lermen lidera seguido pelo atual prefeito Valmir
Mariano, sempre atrás, em segundo lugar.
Na pesquisa, divida em duas frentes de consulta: espontânea
e a induzida, a primeira quando o entrevistador deixa à vontade o entrevistado
para apresentar a sua opinião e vontade; a segunda apresenta os nomes ao
consultado, sem o mesmo pedir. São duas formas de mensurar números e construir
cenários. Para quem disputa uma eleição, os resultados da espontânea são mais
interessantes, pois solidifica nomes no eleitorado. Vamos aos números e
análises conseguintes:

Espontânea:
– Darci Lermen (PMDB) – 34,20%
– Valmir Mariano (PSD) – 11,92%
– Marcelo Catalão (DEM) – 10,36%
– Chico das Cortinas (PPS) – 4,15%
– João do Verdurão (PDT) – 3,37%
– Indecisos: 40,34%.
Na induzida, quando os nomes são apresentados, Darci Lermen
sobe para 45,34%, assim como o prefeito Valmir que atinge 18,65%. Neste
quesito, a diferença entre os dois aumenta ainda mais. Em seu registro
apontou-se a margem de erro de 4%, índice alto. Como toda e qualquer pesquisa,
o seu resultado agrada uns e desagradam outros. Mas independente desta questão,
aponta-se através dela (quando preenche todos os requisitos legais) alguns
cenários. A referida pesquisa confirma o que se sente ou se fala em
Parauapebas.
Talvez, a diferença entre ambos não esteja tão grande como
apontado (levando em consideração a elevada margem de erro de 4%), mas
inegavelmente confirma a liderança de Darci Lermen e a baixa aceitação do atual
prefeito Valmir Mariano. Confirma também o que recentemente escrevi em relação
à bipolaridade entre ambos na disputa pela prefeitura bilionária.
Lermen possui bons índices de indicação de voto, mas carrega
concomitantemente também alto índice de rejeição. Fruto de suas duas gestões,
bem diferentes entre sí. Valmir Mariano mantém também expressivos e
preocupantes índices de rejeição, resultado de uma gestão muito conturbada, com
falhas e inércia impressionante.
Marcelo Catalão aparece em terceiro, mantendo a margem que
vinha apresentando em consultas anteriores. Não consegue passar dos 10% das
intenções. Solidifica-se como terceira via, uma candidatura em potencial para o
futuro, quem sabe para 2020. Os outros que pontuaram: o ex-prefeito Chico das
Cortinas e João do Verdurão não somam 8%. Ou seja, se nada “fora da ordem”
ocorrer, a bipolaridade entre Darci e Valmir irá ditar o ritmo e as disputas do
processo eleitoral.
Outras pesquisas virão e os cenários poderão se formar e
mudar conforme novos desdobramentos. A disputa pelo Palácio do Morro dos Ventos
promete ser uma das mais concorridas da breve história do município de
Parauapebas, a “capital do minério”, em que está em jogo um dos maiores
orçamentos públicos do norte do Brasil, uma prefeitura bilionária. Façam suas
apostas, a disputa começa a esquentar e promete fortes emoções.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta