Darci Lermen de volta às origens

2
3

Maldosamente, o prefeito Darci Lermen está sendo comparado a João Dória, alcaide da maior cidade brasileira, São Paulo. Tudo porque, Darci resolveu – de fato – “arregaçar as mangas”. No último sábado (28), Lermen comandou um grande mutirão de limpeza e reorganização do espaço que sediava o projeto social “Pipa” (Parque de Inclusão social de Parauapebas). O projeto foi criado em 1995 com o nome de Cecap, passando para o nome atual no primeiro governo de Darci Lermen (2004-2008).

No último dia 16, mandatário da política local, reuniu alguns de seus assessores diretos e a imprensa para uma visita as instalações do projeto. Se depararam com o abandono absoluto. Cenário de filmes de terror hollywoodiano. O governo passado, além de ter abandonado o local, o precarizou, sem a mínima manutenção do referido espaço público. E não se pode esquecer que o atual governo não trabalha com orçamento para o projeto social para o ano corrente, não consta no orçamento enviado pelo governo Valmir e aprovado pelos vereadores. Portanto, o “Pipa” só dever funcionar perto da população atendida em 2018, já com verba especifica dentro do próximo orçamento.

Após a constatação “in loco” se organizou o mutirão realizado no último sábado (28). Circularam diversas imagens do prefeito no batente. “Roçando” o mato, subindo em caixa d’água, carregando entulhos e por aí vai. Diversos secretários municipais seguiram o chefe e também ajudaram na limpeza. A população foi convidada e também deu a sua contribuição.

A nova gestão completa hoje 30 dias. Pelo curto espaço de tempo, quase nada prático ainda foi percebido. O processo atual ainda é de restruturação, reorganização de custeio, despesas, fluxo de caixa, com a arrecadação sendo gerenciada totalmente sob responsabilidade dos novos gestores, agora sem etapa de transição.

Claramente, apesar de ser hoje do PMDB, Darci transpira espirito petista. A cor vermelha, símbolo da referida legenda, é o seu visual mais usado e talvez preferido. Resta saber se essa postura, ação, resistirá ao perfil mais elitista do PMDB? Não podemos esquecer que o maior partido brasileiro é muito amplo. Reúne diversos seguimentos. Desde os mais à esquerda e os à direita.

Diferente de Dória, inegavelmente Darci tem identidade social. Além disso, sabe – como poucos – fazer política. Em 30 dias mostrou ser competente no referente quesito. Fez mais do que Valmir Mariano em 1460 dias de seu governo. Mas como abordei recentemente neste blog, sabidamente, Lermen corre contra o relógio. Sabe que sob seus ombros pesam o termo “governo da oportunidade”, o que, quase o obriga a combater o principal problema hoje de Parauapebas: o desemprego.

É injustiça comparar Darci ao prefeito Dória. Ambos são diferentes. O quanto o primeiro tem a marca reconhecida o segundo transpira oportunismo e sensacionalismo. A quarentena continua ao novo governo da “capital do minério” e Darci Lermen sabem disso. Faltam 60 dias…

2 COMENTÁRIOS

  1. Eu acredito que o Doria fará um ótimo governo em São Paulo. Ele já é milhionario, alcançou tudo o que podia alcançar. É um ótimo administrador. A prefeitura de São Paulo para ele é um enorme desafio.Ele quer entra para história. Eu que não vou condena-lo por que ele é rico. Isso para mim é pre conceito.

Deixe uma resposta