Doxa confirma a supremacia Santos. A estratégia de Helder se concretizará

0
0

Ontem, 03, a Doxa divulgou a sua mais recente pesquisa em relação à disputa eleitoral em Ananindeua. E o esperado se confirmou (talvez até acima do imaginado). Nela, o atual presidente da Assembleia Legislativa, Daniel Santos (MDB), aparece com quase oito vezes (nos dois formatos pesquisados: estimulada e espontânea) com mais intenções de voto, frente ao segundo colocado. 

No formato espontâneo, em que não se apresenta os nomes dos pré-candidatos, Dr. Daniel (MDB) aparece na frente com 26,9% das intenções de voto. Em segundo lugar vem o deputado estadual, Miro Sanova (PDT) com apenas 4,2%. Jeferson Lima está com 2,1%; o vice-prefeito, Carlito Begot tem apenas 1,6%; Newton do PT, Beto e Alan Bitar, ambos, aparecem com 0,2% das intenções de voto. Os eleitores indecisos representam 52,8%, enquanto 10,5% tem intenção de anular ou votar em branco.

Já em formato estimulado, ou seja, são apresentados os nomes dos pré-candidatos, Dr. Daniel (MDB) vai para 57,5%. O deputado Miro Sanova fica em segundo lugar com 8,2%. Newton do PT e Carlito Begot aparecem com 3,3% cada. Capitão Marcony tem 2,8%, Beto Andrade, 1,6% e Alan Bittar, 0,7%. Branco/Nulo somam 10,3; e indecisos, 12,3%.

Quando se faz a intenção de voto por apenas os votos válidos, isto é, retiram-se os votos Brancos e Nulos, deixando apenas os votos nominais, que é como o T.R.E calcula na eleição, encontramos o seguinte resultado: Dr. Daniel (MDB) desponta com 74,3%; Miro Sanova, 10,6%. Carlito Begot e Newton do PT, ambos ficam com 4,3%. Capitão Marcony aparece com 3,6%. Beto Andrade fica com 2,1% e Allan Bitar, 0,9%.

Em se tratando de rejeição, Carlito Bergot e Newton do PT são os mais rejeitados, 11,5% e 11,3%, respectivamente. Depois vem Capitão Marcony com 8,0% de rejeição. Miro Sanova tem 6,3% de rejeição, seguido de Alan Bitar, 6,1%. Beto Andrade possui 4,5%. Dr. Daniel é o menos rejeitado com apenas 2,6%. Outros 40,1% não opinaram.

Portanto, a Doxa só confirmou o que o Blog vem analisando e externando aos seus leitores em relação à estratégia política que teve como ator principal, o governador Helder Barbalho, que, como dito aqui, estimulou o ex-vereador de Ananindeua a sair do PSDB e apoiá-lo na campanha eleitoral passada ao governo. As etapas (mensuradas aqui em artigos anteriores) foram sendo seguidas paulatinamente. Ela irá se fechar (a principio em sua primeira fase), – e tudo levar a crer que ocorrerá sem contratempo – com a vitória eleitoral de Daniel Santos, assumindo, assim a Prefeitura de Ananindeua, municipalidade com o segundo maior colégio eleitoral paraense.

Como dito, com a concretização da vitória de Santos, o governador parte para outros campos, outras estratégias. Do outro lado da BR-316 está a capital, outra prioridade do mandatário da política paraense. A Doxa conformou o lógica. A política de Ananindeua está totalmente controlada dentro do tabuleiro do governador. 

Deixe uma resposta