Eleições 2020: As incertezas eleitorais em Canaã dos Carajás e Curionópolis dizem para além das urnas

0
408

Faltando menos de duas horas para o fim do processo eleitoral e concomitantemente o início da apuração de votos, dois municípios que compõe a “cordilheira de ferro” paraense estão com os seus futuros políticos ainda indefinidos : Canaã dos Carajás e Curionópolis.

Canaã dos Carajás

No município que abriga o projeto mineral S11D, dois candidatos disputam a prefeitura mais promissora sob o ponto de vista financeiro: Josemira Gadelha (MDB), candidata do atual prefeito Jeová Andrade, de mesmo partido. Do outro lado, não menos competitivo, se apresenta Jean Carlos (Podemos), este apoiado pelo deputado estadual Wenderson Azevedo Chamon (Chamonzinho).

Sobre a disputa canaãnense, diversos institutos de pesquisa trouxeram resultados para todos os gostos e desejos. Alguns levantamentos colocaram o candidato do Podemos na frente, com larga vantagem sobre a adversária do MDB; em outros, a diferença fica apertada. Os demais levantamentos apresentaram um cenário totalmente diferente, pois colocaram Josemira na liderança com folga ou com vantagem menor em relação a Jean. Ou seja, as pesquisas só fizeram potencializar dúvidas e incertezas.

O que se sabe, de fato, é que a disputa pela “Terra prometida” está acirrada. Cada lado clama vitória sobre o adversário. Porém, os menos apaixonados, e que analisam com a razão, preferem esperar o resultado final que será divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), possivelmente no início da noite.

Curionópolis

Geograficamente localizado na chamada Serra Leste, o município de Curionópolis está bem longe da pujança econômica de Canaã dos Carajás, mas não deixa de ser estratégico sob o ponto de vista político-eleitoral. Por lá, a disputa também está acirrada entre o atual prefeito Adonei Aguiar (DEM) e a candidata Mariana Chamon (MDB), esposa do deputado estadual Chamonzinho.

Assim como em Canaã, as pesquisas registradas e divulgadas no chamado “30” embaralharam a disputa. Alguns levantamentos apontaram para a reeleição de Aguiar; outros bancaram a vitória de Mariana. Assim como em Canaã, Curionópolis só terá a certeza de quem o governará, ao fim da apuração.

De certo mesmo, o processo eleitoral em Canaã dos Carajás e Curionópolis poderá definir, por exemplo, o “tamanho” político do deputado estadual Chamonzinho. Seu mandato está sendo colocado à prova. Caso o parlamentar perca as duas disputas, o fato poderá enfraquecê-lo politicamente; por outro lado, caso vença nas municipalidades em questão, aumentará consideravelmente a sua influência política na região. A ver.

Deixe uma resposta