Eleições 2020: pesquisa Doxa em Santarém aponta reeleição de Nélio Aguiar

0
629

Apenas dois municípios paraenses ainda estão por definir os seus futuros políticos: Belém e Santarém, este último sendo o terceiro maior colégio eleitoral do Pará. Enquanto na capital a disputa está indefinida, transitando dentro da margem de erro das pesquisas; na “Pérola do Tapajós”, o cenário é mais tranquilo para o atual prefeito Nélio Aguiar (DEM).

A ex-prefeita Maria do Carmo (PT) liderou as pesquisas por quase todo o primeiro turno. Na reta final, na semana da eleição, os levantamentos apontavam para a virada de Aguiar, o que, de fato, ocorreu nas urnas. Vale ressaltar que o atual prefeito santareno é apoiado pelo governador Helder Barbalho (MDB), o que pode ter definido a mudança no cenário por lá. Há uma semana da eleição, a Doxa Pesquisas foi a campo para saber como anda a disputa em Santarém.

Espontânea:

Quando não se apresenta os nomes dos candidatos aos eleitores, o resultado foi: Nélio Aguiar (DEM) atinge 51,8%; Maria do Carmo (PT) chega a 30,4%; Não sabem ou preferem não opinar: 11,9% e Branco/Nulo: 5,9%.

Estimulada:

Quando são apresentados os nomes dos candidatos ao entrevistado, o resultado foi: Nélio Aguiar (DEM) atinge 56,7%; Maria do Carmo (PT) chega a 33,3%; Não sabem ou preferem não opinar: 5,4% e Branco/Nulo: 4,5%.

Rejeição Estimulada:

A Doxa quis saber: “Em quem você NÃO votaria para prefeito de Santarém?”

A petista Maria do Carmo atinge 51,6%; o atual prefeito Nélio Aguiar (DEM): 29,2%; Não Rejeita Ninguém: 16%; Não sabem ou referem não opinar: 3,2%.

FICHA TÉCNICA DA PESQUISA 

Nível de Confiança: O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% dos resultados retratarem o atual momento eleitoral.

DADOS DA PESQUISA 

Margem de erro: A margem de erro estimada é de 4 pontos percentuais para mais ou para menos sobre os resultados encontrados no total da amostra.

Registro no TRE-PA: 08728/2020

Período: 18 a 20 de Novembro de 2020.

Foram entrevistados 621 eleitores.

Deixe uma resposta