“Aprender Fazendo” – Curso para Cineastras

Compartilhe nas redes sociais.

Criada há 36 anos, a Escola Internacional de Cinema e TV (EICTV) é considerada uma das instituições de treinamento audiovisual mais importantes do mundo. Entre outras atividades, oferece curso regular com oito especialidades diferentes, que tem como proposta principal apresentar aos que ali ingressam o mundo da criação audiovisual, ensinando-lhes o essencial do trabalho em equipe e sua responsabilidade como artistas. O processo seletivo está com as inscrições abertas até a próxima semana. As provas acontecerão simultaneamente em seis capitais no Brasil e pelo sexto ano a prova acontecerá em Belém, com objetivo oportunizar aos interessados da região Norte a participarem do processo seletivo.

As especialidades oferecidas pelo curso regular, com duração de três anos, são direção, produção, roteiro, fotografia, som, documentário, edição e TV e Novas Mídias. O ingresso acontece através de processo seletivo que acontecerá nas cidades de Belo Horizonte (MG),

Fortaleza (CE), Florianópolis (SC), Belém (PA) e Brasília (DF) no dia 21 de janeiro. Este será o sexto ano que a prova acontece em Belém e tem por objetivo facilitar interessados de toda a região Norte do Brasil, que anteriormente precisavam se deslocar para as outras cidades para fazer as provas.

A EICTV está localizada perto de San Antonio de Los Baños, província de Artemisa, em Cuba. Foi criada em 1986, pelo Comitê de Cineastas da América Latina, como subsidiária da New Latin American Cinema Foundation. Originalmente projetada para estudantes da América Latina, África e Ásia, a EICTV pôs em prática a filosofia de ensino de “aprender fazendo”, com professores que são cineastas ativos e transmitem seus conhecimentos com base em exercícios e experiências práticas. Milhares de profissionais e estudantes de mais de 50 países já passaram por suas salas de aula, que a consolidou como sendo um espaço aberto a diversidade cultural. Além do curso regular, também oferece workshops e oficinas de monografia especializada de menor duração e em diversas especialidades. 

Um dos pilares é a ligação de treinamento teórico e prático: “aprender fazendo”, afirma Fernando Birri, diretor e um dos criadores da EICTV. Ao longo dos três anos de estudos, é realizado um grande número de exercícios práticos, acompanhados por cerca de 300 professores, profissionais ativos em cada uma das especialidades e tópicos específicos do programa de formação. No encerramento, cada aluno participa da realização prática da tese final com a produção de um filme, sem o acompanhamento dos professores. Documentários, filmes de ficção, roteiros de longas-metragens e o design de projetos transmídia que são avaliados publicamente na presença de um Comitê Internacional de Profissionais, além do Conselho Acadêmico da EICTV.

UM POUCO SOBRE O CURSO REGULAR

O Curso Regular é a coluna central da EICTV, e nele se cumpre o princípio fundamental da Escola: ser um centro para a formação de cineastas audiovisuais com uma aparência emancipada e emancipatória, o que a torna uma das mais importantes e importantes. escolas únicas do mundo.

Os estudos do curso regular se estendem por três anos, sempre guiados pelo princípio de “aprender fazendo”. Isso implica na troca de profissionais ativos, que garantem a transmissão de uma experiência ao vivo e atualizada. Eles também vivem em uma comunidade composta por professores e estudantes de diferentes latitudes e trabalhadores cubanos.

O primeiro ano é dedicado à versatilidade, não existindo alunos diferenciados por especialidades. O objetivo é treinar o aluno em uma perspectiva audiovisual a partir do conhecimento e prática de cada especialidade, ao mesmo tempo em que compreende o desenvolvimento de uma equipe de trabalho. Além disso, o conhecimento sobre a história e a valorização do filme é aprofundado e sistematizado. Sua marca registrada é a realização de um curta-metragem de 3 minutos, durante o qual o cenário de filmagem se torna uma sala de aula onde o conhecimento adquirido em oficinas anteriores é consolidado.

O segundo ano é de especialização. Nele os alunos recebem o conhecimento teórico necessário para cada especialidade, enquanto realizam vários exercícios práticos nos quais esse conhecimento se consolida e nos quais os alunos realizam de acordo com suas especialidades.

Os principais exercícios deste ano são um documentário de 13 minutos, filmado em comunidades próximas à EICTV, e no qual diretores de documentários e diretores de ficção dirigem; um documentário que é feito na Sierra Maestra e um curta de ficção de 10 minutos.

Cada um desses exercícios consiste em aconselhamento especializado e é avaliado pelos conselheiros e pelo corpo docente da EICTV.

O terceiro ano, que seria o final, é dedicado principalmente à tese. O conhecimento obtido durante a especialização é posto à prova através da realização de exercícios de tese, nos quais participam alunos de todas as especialidades. No caso da especialidade do roteiro, a tese consiste na escrita de um longa-metragem de ficção.

As inscrições para o processo seletivo se encerram no dia 21 de janeiro e as provas acontecerão nos dias 14 e 15 de fevereiro e acontecem em parceria com a Matapi Produções, Museu da imagem e do Som do Pará (MIS PARÁ), Secult e Governo do Estado do Pará. Maiores informações sobre procedimentos para inscrição estão à disposição no blog eictvbrasil.blogspot.com onde você poderá esclarecer dúvidas e saber mais sobre as provas. Para saber mais sobre a EICTV, acesse o site da escola http://www.eictv.org/

SERVIÇO

Processo seletivo Escola Internacional de Cinema e Tv de Cuba – 2020

Inscrições até o dia 21 de janeiro de 2020

Processo de seleção: Dias 14 e 14 de fevereiro de 2020

Local: Miniauditório do Museu de Arte Sacra – Complexo Arquitetônico de Santo Alexandre.  Rua Padre Champagnat. s/n. Entrada pela lateral do Museu de Arte Sacra

Para  saber os documentos necessários e maiores informações acesse eictvbrasil.blogspot.com

Contatos: Afonso Gallindo (Jornalista) – 98342-1531

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta