Cores, cantos e muita garra na Abertura dos Jogos Tradicionais Indígenas Xikrin

Compartilhe nas redes sociais.

A abertura da III Edição dos Jogos Indígenas Xikrins aconteceu no último sábado, 20, na aldeia Oôdjá, em Parauapebas. Ao todo, 16 equipes de atletas de 5 aldeias da região se apresentaram com festa, cores, cantos e garra.

O evento contou com a presença de autoridades e lideranças indígenas, e um público de mais de 1000 pessoas, que ficou encantado com a manifestação cultural. Para o Prefeito Darci Lermen, é de extrema importância apoiar esse evento. “Toda essa diversidade acontece aqui no nosso município. É a cultura forte e preservada dos índios da região, e eu fico muito feliz em apoiar o evento. Toda comissão organizadora está de parabéns”, Darci.

Para Bep-Tum Xikrin, cacique da aldeia Oôdjá,  que está sediando o evento, é uma satisfação ver o resultado. “Nós estamos agradecidos aos que apoiaram a realização dos jogos. É importante para nós mostrarmos nossa cultura, a nossa pintura”, comemora.  Agora se o assunto é futebol, o cacique aposta no seu time. “Ainda não é possível saber quem vai ganhar, mas nós somos bons e somos os donos da casa”, brinca. 

Cerca de 500 atletas, entre mulheres e homens, vão disputar também nas modalidades de cabo de guerra, corrida de 100 e 5 mil metros, arco e flecha, arremesso de lança, entre outros. 

Um dos organizadores do evento, Kayorê Xikrin, faz um convite especial. “Eu quero convidar todos vocês aqui na região do Pará para vir prestigiar nossa festa. A programação do III Jogos Tradicionais Indígenas Xikrin encerra no dia 26 de julho com concursos de beleza e de dança, premiação dos atletas e show musical”.

Informe Publicitário.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta