Implantação do campus da UEPA em Parauapebas avança

????????????????????????????????????

Compartilhe nas redes sociais.

A UEPA fará processo seletivo especial para cursos de graduação, em Parauapebas,  que iniciarão em 2020.

O reitor da Universidade Estadual do Pará (UEPA), Rubens Cardoso da Silva, esteve nesta quinta-feira (20) em Parauapebas, junto com sua equipe técnica, para definir questões sobre a oferta dos cursos de Enfermagem, Biologia e Matemática, e também para tratar da construção do campus da universidade.

O grupo da UEPA foi recepcionado pelo prefeito Darci Lermen, por secretários do governo municipal e pela equipe técnica da prefeitura envolvida no projeto de construção do campus, além da vereadora Eliene Soares. Depois de uma reunião de alinhamento, o reitor e sua equipe conheceram as instalações do Centro Universitário de Parauapebas (CEUP), onde inicialmente serão ministrados os cursos.

“Vamos reformar o CEUP e equipar os laboratórios necessários. As aulas serão ministradas na estrutura enquanto construímos o campus. Estamos muito felizes porque a presença da UEPA em nosso município é certa, nossa população merece”, afirmou Darci Lermen.

“Agora, com o novo governo estadual, temos a determinação de que efetivamente a universidade se instale aqui, no município de Parauapebas. Alinhamos hoje o que faremos no curto prazo e tratamos sobre a construção do nosso prédio, já que o terreno está totalmente legalizado para dar andamento na obra”, informou o reitor.

“A medida com que a universidade se instale, ela irá ampliar a oferta e a qualidade dos cursos, tanto de graduação quanto de pós-graduação. A UEPA nasceu com a vocação de interiorização. A grande importância da universidade nos municípios é poder disponibilizar formação de capital humano para quem já conhece a realidade local, já tem identidade com o território, conhece seus problemas e suas potencialidades. Isto fixa o profissional no local em que ele está sendo formado”, acrescentou o reitor.

Campus da UEPA

Há uma verba de R$ 20 milhões disponibilizada pela Vale para a construção, mobília e equipamentos do campus e a prefeitura já adquiriu a área de 14 hectares para a construção, localizada ao lado da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA). O projeto da obra precisou sofrer alterações, principalmente por questões orçamentárias.

“A equipe de engenharia da UEPA acompanhará toda a concepção do novo projeto e fará a aprovação final. A arquitetura dos blocos será voltada ao bioclima da cidade, para disponibilizar prédios com temperaturas mais confortáveis”, informou Tatiane Pardine, arquiteta da prefeitura.

Texto: Karine Gomes

Fotos:José Piedade

Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP

*Informe Publicitário.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta