Vai começar o maior programa de saneamento ambiental e obras múltiplas de Parauapebas

Compartilhe nas redes sociais.

Parauapebas receberá o maior programa de saneamento ambiental e obras múltiplas de sua história que vai gerar mais qualidade de vida para a população: o Programa de Saneamento Ambiental, Macrodrenagem e Recuperação de Igarapés e Margens do Rio Parauapebas (Prosap), que terá o contrato para início das obras assinado nesta sexta-feira (25), às 9h, no auditório da Prefeitura.

Fruto de um intenso trabalho técnico de planejamento e articulação política, liderado pelo prefeito Darci Lermen, o programa será executado em seis anos e contará com financiamento de U$ 70 milhões do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e a contrapartida do município de U$ 17,5 milhões.

A 1º etapa do Prosap começa no início de novembro, com a construção de vias marginais ao canal do Igarapé Ilha do Coco, com ciclovias, pista de caminhada e parques lineares, além de um Parque Urbano de 150 mil m2, na área localizada em frente à prefeitura.

“Até o fim do ano está prevista a assinatura do contrato de financiamento com o BID. E as obras que se iniciam em novembro, neste primeiro momento, são custeadas com recursos próprios e serão reconhecidas pelo BID como contrapartida do município na execução do programa. Também já iniciamos as obras de construção das 250 unidades habitacionais destinadas às famílias da área atingida pela 1º etapa do Prosap”, explicou Cleverland Carvalho, coordenador de Projetos Especiais e Captação de Recursos da Prefeitura de Parauapebas.

Benefícios

Além de todas as melhorias para a prática do esporte e lazer, proporcionadas pelos equipamentos públicos que serão construídos por meio do Prosap, o programa vai gerar os seguintes benefícios: ganho para a saúde pública da comunidade residente na área de sua abrangência, com a ampliação do sistema de esgotamento sanitário; ampliação no sistema de abastecimento de água; implantação de mecanismos de contenção de enchentes e manejo de águas pluviais; geração de emprego e renda.

O ganho no saneamento ambiental será exponencial. Parauapebas, atualmente, coleta 20% do esgoto e trata apenas 8%, após a conclusão de todas as etapas do Prosap, que inclui obras nas bacias do Igarapé Ilha do Coco e do Lajeado, a cidade dará um salto no que tange ao saneamento básico e passará a coletar 65% e a tratar 100% do total de esgoto coletado, superando assim a média nacional.

Com relação ao sistema manejo de águas pluviais, com a revitalização dos canais e instalação de redes de drenagem, se pretende atenuar as cheias dos igarapés que cortam grande parte da cidade e atingem diversos bairros com alagamentos temporários em virtude de problemas com o escoamento das águas das chuvas.  

A estimativa de geração de novos postos de trabalho, ao longo do desenvolvimento do programa é de aproximadamente 8.000 vagas de empregos diretos e indiretos.

Informe Publicitário – Texto de Karine Gomes.  

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta