Parauapebas: um ano de enfrentamento à Covid-19, mais de 39 mil vidas salvas!

0
784
DCIM100MEDIADJI_0019.JPG

No último domingo, 28, Parauapebas completou um ano do registro do primeiro caso de Covid-19. Um jovem, que na época tinha chegado recentemente da Europa, teve o resultado positivo do seu exame PCR, avaliado pelo Lacen (Belém). Desde então, além do município disponibilizar o exame para Covid-19 em massa para a população, outras ações ajudaram a salvar vidas.

De acordo com o Boletim Epidemiológico do último sábado, 27, 39.552 pessoas se recuperaram da Covid-19, em Parauapebas. O prefeito Darci Lermen reforça que os investimentos para cuidar da população ao longo da pandemia são fundamentais e alerta para o momento atual. “Estamos vivendo o pior momento dessa crise sanitária, mas com força e trabalho, e com a ajuda da população, venceremos essa segunda onda”.

Parauapebas terá 108 leitos de Covid-19

O município conta atualmente com 60 leitos exclusivos de atendimento aos casos de Covid-19, 20 deles estão na UPA – unidade dedicada aos atendimentos de urgência e emergência de pacientes com a doença – e 40 estão na ala covid do Hospital Geral de Parauapebas (HGP), dos quais 25 são leitos de enfermaria e 15 de UTI.

Em parceria com a Vale, será ampliada a ala covid do HGP e 28 novos leitos serão entregues. A obra está prevista para concluir na próxima quinta-feira (1º).  Além disso, o município começou mais uma adaptação na sua estrutura hospitalar para implantar mais leitos dedicados aos casos de Covid-19, serão 40 novos leitos.

Com esses novos investimentos, o município passará a ter 108 leitos exclusivos para casos de Covid-19, em uma estrutura permanente que, depois de passar a pandemia, continuará integrando a rede pública municipal de saúde. Destes, 38 serão de leitos exclusivos de UTI, assim o município passará a ter mais leitos que o Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá.

Cronologia de um ano de enfrentamento à Covid-19, em Parauapebas.  

Março de 2020

  • Capacitação de profissionais de saúde para manejo da Covid-19;
  • Medidas restritivas via decreto municipal;
  • Demarcação de lugares nas filas bancárias;
  • 19 /03 – Início da publicação diária do Boletim Epidemiológico;
  • 28/03 – Confirmação do primeiro caso de Covid-19;
  • Instalação de barreiras sanitárias;
  • Aquisição de dez mil testes rápidos;
  • Campanha de comunicação com foco em prevenção;
  • Monitoramente diário da equipe de Vigilância Epidemiológica dos casos confirmados de Covid-19, orientando a ficarem em casa, mesmo os casos assintomáticos.

 Abril de 2020

  • Aquisição de 10 mil testes rápidos com recursos do município;
  • População começa a ser atendida por telemedicina via Disque Covid-19;
  • Cinco Unidades Básicas de Saúde foram adaptadas para serem polo no atendimento aos casos de Covid-19;
  • A Upa foi preparada para atender exclusivamente síndromes gripais.
  • 11 de abril – primeiro óbito por covid
  • O Banco do Povo disponibiliza mais de R$ 10 milhões de reais para financiamentos facilitados a pequenos e microempreendedores;
  • Para evitar a prática abusiva de cobrança de preços de itens essenciais na pandemia, como o álcool em gel, o Procon realizou diversas fiscalizações.

Maio de 2020

  • Ampliação do número de UTIs e enfermarias de Covid;
  • Início da testagem em massa em formato drive-thru e com o exame PCR, padrão ouro para diagnóstico da Covid-19. Mais de 1.000 mil testes foram realizados no primeiro dia do serviço e Parauapebas passa a ser o primeiro do Brasil a fazer testagem em massa;
  • Higienização de ruas e pontos de ônibus;
  • Distribuição de álcool em gel para o transporte público e feirantes;
  • Aquisição de vinte novos respiradores com recursos próprios;
  • Reforma de espaço do antigo hospital municipal para funcionamento da Ala Covid, com a disponibilização de 40 leitos;
  • Implantação do programa Merenda em Casa que disponibilizou a cada aluno da rede municipal de ensino o valor mensal de R$ 50, por meio de crédito em cartão, para a aquisição de alimentos;
  • 19/05 – O Hospital de Campanha começa a atender a população;
  • Adaptação para atendimento on-line nos Centros de Assistência Social (Cras) do município;
  • Ampliação do número de pessoas beneficiadas com o Gira Renda, programa municipal de transferência de renda. Cerca de 5.000 pessoas são contempladas com o valor mensal de R$ 100, disponibilizado por meio de cartão para gasto com alimentação, nos estabelecimentos conveniados, com prioridade para os micros e pequenos negócios;
  • Entrega de kit de medicamentos após consulta.

Junho/Julho de 2020

  • Acolhimento de pessoas em situação de rua no abrigo municipal;
  • Todas as UBS passam a atender casos de Covid-19;
  • Realização do programa Máscaras pela Vida. Mais de 200 mil máscaras foram produzidas por costureiras locais e entregues para a população. A medida movimentou a economia local e incentivou o uso de máscara para proteger a vida;
  • Estudo de prevalência de Covid-19 no município, em parceria com a Vale, com visita domiciliar e realização de teste rápido na comunidade.

Agosto/Setembro de 2020

  • Redução de casos positivos. Devido às medidas adotadas pela prefeitura, a curva de contágio teve redução drástica e chegou ao patamar de 11 casos e mais de 20 dias sem internações;
  • 17/09 – Desativação do Hospital de Campanha;
  • UPA deixa de atender exclusivamente casos de Covid-19.

Outubro de 2020

  • Aquisição de tomógrafo, com recursos próprios;
  • Instalação de duas novas usinas de produção de oxigênio – HGP/UPA.

Novembro/Dezembro de 2020

  • Desativação do drive-thru de exames PCR. Mais de 100 mil testes foram realizados;
  • Todas as UBS passam a realizar exames PCR, para casos sintomáticos.

Ano 2021

Janeiro/Fevereiro

  • Início da vacinação contra a Covid-19. Idosos, indígenas e profissionais de saúde receberam a primeira dose da vacina;
  • UPA volta a ser adaptada para atendimento exclusivo de pacientes com Covid;
  • UBS pólos voltam a fazer atendimento exclusivo para Covid-19;
  • Instituto Acqua retorna para gerenciar a Ala Covid-19 do HGP;
  • Iniciada as obras de ampliação da ala Covid-19 no HGP, para a oferta de 28 leitos;
  • Aquisição de mais um tomógrafo para o município;
  • Inauguração da Ala Psicossocial no HGP para pacientes com sofrimento mental, vítimas de Covid-19;
  • Processo para aquisição de 6 novas ambulâncias;
  • Processo para aquisição de exames PCR para o período de mais um ano no município;
  • Aquisição de mais testes rápidos de antígenos, previstos para chegar no próximo dia 6 de abril;
  • Instalação de mais uma usina de produção de oxigênio, com o investimento o município passará a ter cinco unidades.

Março

  • Para proteger a população da segunda onda do novo coronavírus, o município adota medidas restritivas mais rigorosas com lockdown;
  • Início de obras de adaptação da estrutura do HGP para a implantação de mais 40 leitos; 
  • Lançamento do programa Vencer, que vai injetar cerca de R$ 41 milhões na economia, beneficiando as categorias mais impactadas pela pandemia.

Texto: Karine Gomes – Assessoria de Comunicação – Ascom/PMP.

Deixe uma resposta