2º turno em Belém: Ibope x Doxa

Compartilhe nas redes sociais.

Demorou para iniciar o processo de apuração das intenções de votos através de pesquisas. Depois de duas semanas do resultado do 1º turno, Ibope e Doxa lançam juntas a primeira pesquisa de ambas para prefeito de Belém. Nos dois resultados divulgados há empate técnico entre o ex-prefeito Edmilson Rodrigues (Psol) e Zenaldo Coutinho (PSDB) que tenta a reeleição. Igualmente as duas colocaram suas pesquisas com 95% de confiabilidade e 4% de margem de erro, números que já se tornaram padrões se tratando de pesquisa eleitoral.

No Ibope, Edmilson Rodrigues lidera com 46% e Zenaldo vem logo em seguida com 43%. Configurando-se como empate técnico. Já na Doxa, o jogo vira: Zenaldo com 44.3% e Edmilson em segundo com 41.4%. O mesmo empate técnico persiste. A diferença está na quantidade de indecisos e nos votos em branco e nulo. No Ibope são apenas 2% os que ainda não decidiram em que votar. Já na Doxa chegar a quase 8%.

O ponto de convergência entre as duas consultas diz respeito a pouca mobilidade de votos. Os eleitores de cada candidato em sua esmagadora maioria já decidiram em quem votar. Resta pouca margem para os que ainda irão definir. Em ambas as pesquisas o índice de votos em branco em nulo está dentro da margem esperada (em disputas de 2º turno, o voto fora das opções da urna tendem a aumentar).

Não há dúvidas que a eleição em Belém será disputada, podendo ser decidida em porcentagem mínima de diferença. Demonstra que há uma divisão de avaliações e interesses. Mesmo a avaliação da gestão de Zenaldo sendo ruim, não há transferência de votos para Edmilson. As duas gestões do ex-prefeito dividem opinião. É reconhecida positivamente por diversos segmentos, mas muito criticada por outros.

O que pesa contra o atual prefeito são as dezenas de promessas não cumpridas e certo imobilismo de sua gestão. Durante quatro anos não há uma obra que o marque, que fique registrada na história da cidade. Qual a garantia que isso mude? Ou que se tenha um 2º mandato melhor? Edmilson se eleito, fará um governo melhor? Não cometerá alguns erros grotescos, até infantis de suas gestões passadas?

Outras pesquisas virão e outros cenários poderão ocorrer ou serem construídos. Pelo visto o belenense não criar grande expectativa em relação ao seu futuro. 

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta