Darci Lermen acordou de seu sono endógeno?

Compartilhe nas redes sociais.

O prefeito Darci Lermen parece ter acordado de um profundo e duradouro sono. Seu período de hibernação foi de fazer inveja aos ursos do ártico, que chegam a passar meses dormindo. A sua gestão está chegando a metade do tempo de seu mandato, e o que se viu até aqui foi uma gestão sem rumo, sem produzir minimamente políticas públicas que proporcionem melhor qualidade de vida para a população. Na prática é como se até o momento, a gestão tenha feito o básico, popularmente chamado de “feijão com arroz”.

Pois bem, aos poucos, em doses homeopáticas, o mandatário começa a se mover, iniciando uma lenta e pontual reforma administrativa. Parece que o próprio prefeito cansou de tanta morosidade. Suas mudanças parecem seguir a tendência de sair, abandonar as amarras do período de campanha; para começar a remontar o seu governo, agora mais próximo de suas próprias escolhas e convicções. Não, por acaso, indicou João Fontana para a Secretária de Habilitação (Sehab), para assumir o setor de cadastro daquela pasta, uma forma do gabinete controlar melhor, sendo, talvez, interventor. Não exonerou o secretário para evitar conflitos com a vereadora que controla tal espaço. Fontana ocupou o cargo de secretário em gestões passadas de Lermen.

Conforme escrito em diversos textos, o prefeito Darci obteve vitórias e louváveis atuações para além da cordilheira de ferro. As ações exógenas do mandatário municipal conseguiram trazer para Parauapebas mais receitas (reajuste da Cfem) e projetos de grande impacto (como o da macrodrenagem) que ainda não sairam do papel. Mais endogenamente, ou seja, para dentro, o mandatário deixou a desejar.

Parece que Darci Lermen está buscando no passado, saídas para o presente, de olho no futuro; fomentando, portanto, alternativas para promover um novo ritmo em sua gestão. Outras trocas estão a caminho. Segundo fontes ligadas ao blog, o mandatário está pretendendo realizar uma entrevista coletiva para comentar as mudanças já realizadas, e as que poderão ocorrer; além de fazer um balanço dos primeiros dois anos de sua gestão. Conforme dito pelo próprio prefeito, ele pretende que os próximos dois anos sejam promissores, de muitas realizações. Isso só o tempo dirá, assim como o efeito das trocas que estão sendo feitas e que ainda serão anunciadas. Quais os próximos a esvaziarem as gavetas? Darci acordou endogenamente?

2 Comentários

  1. A fase de “banho maria” está passando, mas se animem;verdade: o mesmo já está vislumbrando a eleição vindoura, pois o poder é o que lhe interessa!!!
    Pior que mais uma vez os munícipes (abestados) irão cair na lábia do pior governante do Sul do Pará!!!

  2. Daeci Lermen prefeito “aclamado” pela população de parauapebas pra assumir a Administração pública e tirar nossa economia dessa “crise’ econômica.
    Lembro-me d campanha de 2016,população eufórica!
    Governo d oportunidade de fato se fez,com o grupo qe apoio ele.
    A Educação seria uma das bandeiras de compromisso da campanha.
    É uma prática da política brasileira qe ñ faz + sentindo.
    Além das críticas qe o Branco lançar nesse artigo,queria saber pq os movimentos classistas ñ se mobilizam pra fazer uma manifestação contra o corporativismo e fisiologismo dessa Gestão.

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.