Darci mostra a Helder o que o governador queria e esperava: obras entregues

Seguindo agenda do programa "Governo por todo o Pará", o governador Helder Barbalho esteve, na manhã desta quarta-feira (3), em Parauapebas, distante cerca de 120 quilômetros de Marabá, atual sede administrativa do Estado. Ele participou da Ação de Cidadania promovida pelo ParáPaz, na Escola Municipal Nelson Mandela, no bairro Tropical, e visitou obras do Estado que estão em andamento no município, como a nova sede do ParáPaz e a Escola Estadual Irmã Dulce. FOTO MARCO SANTOS / AGENCIA PARA DATA 03.04.2019 PARAUAPEBAS - PARA

Compartilhe nas redes sociais.

O governador Helder Barbalho desembarcou em Parauapebas ontem, 03, vindo de Marabá, atual sede administrativa do Estado. Em sua comitiva estavam deputados estaduais e secretários de Estado. A estada foi de poucas horas. Helder participou da Ação de Cidadania promovida pelo ParáPaz, na Escola Municipal Nelson Mandela, no bairro Tropical, e visitou obras do Estado que estão em andamento no município, como a nova sede do ParáPaz e a Escola Estadual Irmã Dulce. 

O governador também anunciou obras que pretende retomar ou dar início na região, como a da Escola Tecnológica de Parauapebas, abandonada desde 2007; a interiorização do ensino superior, por meio da Universidade do Estado, e a autorização para o início da rodovia Transcarajás, que deverá ser a nova rota de escoamento da produção agrícola para outras regiões. 

A presença de Helder Barbalho em Parauapebas tem um efeito político, sobretudo, em sua relação com o prefeito Darci Lermen. O mandatário municipal mostrou ao seu correligionário as duas principais obras entregues até o momento por sua gestão: escola Nelson Mandela e a reativação do Projeto PIPA.

O Blog já abordou diversas vezes a questão da relação entre ambos, que atualmente não está em seu melhor momento. Longe de qualquer ruptura, mas o governador (e disse pessoalmente a este blogueiro) não estava satisfeito com a gestão de Darci Lermen. Helder esperava mais do governo municipal, levando em consideração o seu orçamento.

O governador pode comprovar pessoalmente que o governo Lermen entrou em um novo ritmo. A máquina foi destravada, e de agora em diante espera-se que o município possa – de fato – viver melhor tempo. Sem dúvida, Helder saiu mais feliz do que chegou a Parauapebas. O melhoramento da gestão do prefeito Darci Lermen acaba por ser um problema político a menos ao governador. Parauapebas é estratégico politicamente, e 2020 está na porta.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta