Uma Palavra Define os Primeiros 30 dias do Jair: Improviso

Compartilhe nas redes sociais.

Hoje fecha o primeiro mês do novo governo. Relembrando a postura do Jair candidato e comparando com a do Jair Presidente, fica evidente que o plano dele só ia até a eleição. Este governo não tem projeto; mesmo quem votou nele não sabe dizer o que o governo fará, fora das frases feitas de “vamos acabar com isso tudo aí, tá ok?”

Uma série de decisões precipitadas acabaram por colocar este início de governo como o mais confuso da história no Brasil, com uma série de feitos e desfeitos, pessoas que foram admitidas e demitidas, às vezes até no mesmo dia, como no caso do Diretor do INEP, instituto que cuida da elaboração do ENEM, por exemplo.

Improviso nas escolhas e descompasso com os discursos de campanha. Em 2018 Jair dizia que teria Tolerância ZERO com pessoas envolvidas em corrupção, mas depois de eleito, NOVE de seus ministros têm algum tipo de problema com a justiça, alguns deles, condenados até, como o Paulo Guedes, xerife desta gestão e enrolado até as orelhas em caso de desvio de verbas em fundos de pensão, ou no caso do Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, condenado por improbidade administrativa por favorecer mineradoras e outros ministros réus confessos, como o Ministro da Casa Civil, Ônyx Lorenzoni, que confessou ter se utilizado DUAS VEZES de caixa dois em campanhas (aquele crime que o Sérgio Moro achava que era pior do que corrupção, lembram?).

EDUCAÇÃO

Na Educação, Maria Eduarda Manso Mostaço, de 27 anos, formada em DIREITO, é nomeada Coordenadora da Diretoria de Desenvolvimento Curricular e Formação de Professores Alfabetizadores, mesmo sem JAMAIS ter pisado em uma sala de aula e sem ter qualquer formação na área pedagógica!

Ainda na Educação, o Ministro Vélez Rodríguez defendeu que “as universidades devem ficar reservadas para uma elite intelectual” e que a ideia de “universidade para todos não existe!”.

RELAÇÕES EXTERIORES

Ernesto Henrique Fraga Araújo, Ministro das Relações Exteriores acredita (entre outras coisas) que o aquecimento global é um complô marxista para dominar o mundo, além de já entrar atirando na China, que atualmente é “apenas” o nosso maior parceiro econômico e que nós dependemos muito mais dessa relação que eles de nós, afinal outros países têm minério, mas só a China tem a China e a China sozinha, é metade do mundo.

Ainda no campo das relações Internacionais, o Brasil conseguiu atrair pra si, sem ter tamanho e bala na agulha pra isso, a má vontade de alguns países ao declarar que vai mudar a embaixada brasileira em Israel para Jerusalém, se posisionando em uma briga que nem ao menos é nossa, mas pode nos causar muitos prejuízos comerciais. Nosso comércio com o mercado árabe já foi afetado, por exemplo. Pra vocês terem uma ideia, apenas dois países no mundo todo se posicionaram dessa maneira até hoje; EUA e Guatemala. Ou sobre o caso da venezuela, em que o Jair, para “ficar bem na foto” com o Tio Trump, chegou a falar em intervenção naquele país. Eu acho sinceramente comovente a preocupação dos EUA com a democracia dos países que têm petróleo, né?

AGRICULTURA

Na Agricultura, a coisa também não é nada inspiradora. Jair resolveu que a Agricultura agora é que vai passar a cuidar das questões indígenas, transferindo a responsabilidade das demarcações das terras indígenas para essa pasta e já sinalizou que estuda mandar a FUNAI pra lá também. Definitivamente, é a raposa cuidando do galinheiro.

O Ministério da Agricultura também defende projeto que facilita uso de agrotóxicos. O detalhe é que o Brasil já é o país que mais usa agrotóxicos no mundo! O exemplo é a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que decidiu liberar o uso de Benzoato de Emamectina no país. Trata-se de um agrotóxico bastante agressivo, que havia sido proibido em território nacional no ano de 2010 por suspeita de causar malformações e elevada neurotoxicidade àqueles que tem contato direto com a substância. Em outras palavras, ele foi banido porque podia causar danos graves ao nosso sistema nervoso.

O Brasil é o maior importador de agrotóxicos do planeta e permite o consumo de pelo menos 14 tipos de substâncias que já são proibidas no mundo, por oferecerem comprovados riscos à saúde humana. “São considerados lixos tóxicos na União Europeia e nos Estados Unidos. O Brasil lamentavelmente os aceita”.

A cereja do bolo (na minha opinião) é dizer que a FISCALIZAÇÃO DOS FRIGORÍFICOS agora passará a ser feita pelos próprios frigoríficos!!!! Me digam com sinceridade: vocês imaginam um frigorífico se interditando por más condições sanitárias? Por manter carne imprópria para o consumo??? Eu acho que agora é uma boa hora pra virar vegano, hein? A JBS deve ter AMADO essa notícia, eu imagino…

MULHER, FAMÍLIA E DIREITOS HUMANOS

Eu poderia continuar, mas acho que já pude traçar um panorama do novo Governo. Mas eu deixei para o final o que eu considero ser a CARA desse governo, a ministra Damares Alves. Figura caricata e folclórica no pior sentido da palvra, ela colecionou gafes, clichês e frases retrógradas neste primeiro mês, a ponto de o ex-presidente Lula ter pedido à sua militância que a esquecessem pois ela estaria sendo a “cortina de fumaça” do novo governo, distraindo a opinião pública das questões mais importantes com seu circo de horrores. Verdade ou paranoia do ex-presidente, o fato é que a mulher é uma fábrica de memes, com a incrível marca de uma polêmica a cada quase 4 dias. Senão, vejamos:

  1. Assumiu a pasta dizendo que o “papel da mulher é ser sustentada pelo homem, mas que INFELIZMENTE precisam trabalhar”;
  2. A polêmica do “Meninos vestem azul e meninas vestem rosa” tomou as redes sociais e meios de comunicação por dias a fio;
  3. Questionou a Teoria da Evolução, ser ensinada nas escolas;
  4. Despertou a ira dos holandeses ao afirmar que naquele país, os pais masturbam seus filhos desde bebês. Veículos de comunicação holandeses já chegaram a exigir que o primeiro-ministro se manifeste e cobre retratação do Brasil a respeito;
  5. Teve um vídeo seu ressuscitado em que afirmava que turistas iam a hotéis-fazenda para fazer sexo com animais (como ela sabe disso, eu nem desconfio);
  6. O já clássico “viu Jesus na goiabeira”. Não, esse eu nem vou comentar;
  7. Índios da aldeia Kamayurá, da reserva do Xingu, no Mato Grosso, afirmam que Damares levou Kajutiti Lulu Kamayurá, à época com seis anos, irregularmente da tribo, sob pretexto de levá-la a um tratamento dentário. Bom, o fato é que nenhum dos procedimentos considerados obrigatórios previstos em lei para se adotar uma criança foi cumprido pela ministra e sendo a criança, uma indígena, o processo é mais burocrático ainda;
  8. Falsidade ideológica: Damares por diversas vezes em seus cultos apresentou-se como “Mestre em educação e em Direito Constitucional e Direito da Família”, mesmo sem jamais ter apresentado comprovação destas formações. Confrontada, disse que seu Mestrado é bíblico (eu não sei vocês, mas eu jamais ouvi falar em Direito Constitucional bíblico).

Politicamente, o Governo também está perdido. O seu partido, o PSL, clamente vai esfacelar-se em disputas internas por poder. E proclamar uma “nova maneira de fazer política” e em seguida, apoiar Renan Calheiros para a Presidência do Senado e Rodrigo Maia para a Presidência da Câmara é de cair o queixo, amigos. Mas num grupo político que tem o astrólogo de ensino fundamental Olavo de Carvalho como guia intelectual e Alexandre Frota como referência, não se poderia esperar muita coisa mesmo.

Deixei muita gente de fora: Sérgio Moro, o próprio Jair… mas esses eu acredito que valham um texto à parte (principalmente depois do episódio do Senador “garoto” Flavinho) e pra vocês terem uma ideia, esse “resumo” já rendeu 3 longas páginas no meu Word…

O que mais me impressiona é que as pessoas que votaram nessa tropa deveriam ser as que mais tinham que cobrar do Governo a postura ética. Pois afinal, eu mesmo não votei nele e não espero dele nada de bom, então quando acontece um problema, eu não me surpreendo.. mas eu penso no cara que vinha pra dizer: “o Capitão vai chegar e acabar essa bandalheira e arrumar esse país”, quando vê essas coisas, pensa o que?

Crédito: Vicente Reis

Avatar
Sobre Vicente Reis 18 Artigos
Vicente Reis, 46 anos - “Músico de formação, Programador e Data Scientist”. Viciado em Ópera, Jazz, e-Games, Clube do Remo e Vasco da Gama. Político Cultural, Agente Político e militante de causas perdidas...

1 Comentário

  1. Fazer uma análise dos 30 dias do governo Bolsonaro é muito peculiar.pois as escolhas d capitão-presidente p o seu ministério já reflete como será a gestão deste mandatário.
    Governos d Direita fortalecer sempre n área econômica e enfraquece em todos os outros ministérios.É uma análise paradoxal pq o eixo q foi montado a equipe ministerial é contraditória.
    Enquanto o 1° ministro Paulo Guedes representa uma “verticalidade” n área econômica,a ministra Damares representa o retorno ao séc XV ao XVII-caça às bruxas.
    É descontruindo 30 d Democracia no Brasil qe este governo Bolsonaro vai marcar sua trajetória.
    O professor e blogger Branco fez uma apresentação didática aonde caracterizou numa visão superficial.É uma perplexidade este governo.Hoje dia 01 de Fevereiro de 2019 a eleição das casas d Senado e Câmara Federal é um procesdo retrógrado,pois Renam Calheiros e Ridrigo Maia representam as velhas práticas politicas que o capitão-presidente criticava na campanha eleitoral pra Presidente da República em 2018.

Deixe uma resposta