PSD fora do governo Jatene. Valmir perderá secretaria estadual?

1
1

No dia 07 de dezembro do ano passado, o blog abordou a notícia que circulava em alguns veículos de comunicação, sobre a possível ida do então prefeito de Parauapebas, Valmir Mariano para o 1º escalão do governo estadual. Especulações de bastidores afirmavam que o ex-alcaide da “capital do minério” estaria assumindo a poderosa secretaria de transportes com orçamento de R$ 260 milhões (LOA 2017), por advento da reforma no secretariado que estará ocorrendo nas próximas semanas. Em doses homeopáticas já ocorre.

Conforme escrevi sobre a questão, a estratégia do governador em tornar Valmir secretário de Estado, seria a de frear o crescimento de Helder barbalho na região de Carajás. Mas parece que tudo mudou. Na semana passada o ministro Gilberto Kassab decidiu e ordenou a saída do PSD da base política do governo Jatene, obrigando o então secretário Helenilson Pontes, presidente estadual da referida legenda a entregar o cargo. O que já ocorreu.

Seguindo à lógica, o ex-prefeito de Parauapebas, Valmir Mariano, presidente municipal do PSD, não poderia assumir cargo no governo. A ordem partiu da executiva nacional, portanto, pelo estatuto, deve ser cumprida. Valmir irá de encontro ao partido?

A decisão de Kassab, influencia diretamente no tabuleiro da política estadual paraense, especificamente na região de Carajás. Cenas do próximo capítulo virão. Aguardem.

1 COMENTÁRIO

  1. Jogada de mestre de Hélder Barbalho, que com isso traz a adesão do PSD à sua caminhada ao Palácio, com nomes e coeficientes eleitoral como deputado federal Éder Mauro e deputado estadual Niel na região metropolitana, o agora deputado estadual Gesmar e isola mais ainda Valmir Mariano que ou deixa o partido para apoia a candidatura do grupo tucano ou terá que pedir votos em palanques de Heder Barbalho.

Deixe uma resposta