Quantos anos precisaremos para nos recuperar de 2016?

1
0

 

Nos últimos dias do ano corrente, ainda acompanhando os últimos acontecimentos do grande “saco de maldades” de 2016, me perguntei: “quantos anos iremos precisar passar para que possamos nos recuperar de 2016?”

Isso depende de cada um de nós e da forma como formos atingidos pelo referido ano. Alguns nem precisarão de um dia sequer. Pelo contrário, gostariam que o ano não acabasse e que 2017 foi um 2016 estendido. Que o diga a turma do Temer, Trump, etc.

Mais tenho uma certeza: 2016 para a maioria dos 7,4 bilhões de habitantes no mundo hoje, termina ruim, pior do que o ano passado. Sem dúvida, o referido ano teve mais fatos ruins do que bons. Mas, por que isso aconteceu? Deus? Homem? Forças ocultas?

Penso que cada um de nós, independente de lugar ou classe social (guardadas as devidas proporções de ação) somos responsáveis pelo ano desastroso que tivemos. A cada ano é perceptível a mudança social no homem, de forma geral, com poucos exemplos bons. Estamos mais individualistas, gananciosos, “malandros”. Moldados a viver ou conviver em uma frenética competição que parece mais uma ação autodestruitiva, com desdobramentos autofágicos que desencadeiam em uma ampla construção coletiva mundializada de sabotagem. Assim foi se moldando o nosso dia-a-dia, o ano.

Foi dessa forma que construirmos 2016. Portanto, o que esperar de 2017 sem mudança de comportamento? Sem – de fato – repensar a forma de convivência que construímos? O ser humano e a sua eterna busca pela mudança sem levantar do sofá. Sem ser alarmista ou um frenético pessimista, penso que caminhamos para uma continuidade de 2016, com a possibilidade de piorar em diversos aspectos. Portanto, não espero nada diferente ou uma virada positiva como sempre se espera através da renovação de votos. Ser otimista em meio ao caos social parecer ser o caminho mais fácil, mais comodo, menos preguiçoso de se analisar os desdobramento de uma sociedade esquizofrênica. 

Sem dúvida precisaremos de muitos anos para esquecermos 2016. E quantos anos iremos precisar para virar a página de 2017? Façam suas apostas.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta