Rapidinhas do Blog. XXV

COMPARTILHE:

De volta ao posto I

Na última quarta-feira, 14, Darci Lermen (MDB) foi reintegrado ao cargo de prefeito em Parauapebas, por decisão liminar do desembargo. Foram 35 dias em que João Trindade, o vice, esteve no comando. Lermen reassumiu com uma agenda lotada de entregas de obras e assinaturas de Ordens de Serviço. O próximo ano promete.

De volta ao posto II

O retorno de Darci Lermen à cadeira mais importante de Parauapebas, justamente em virada de biênio, cria muitas expectativas. Quais mudanças virão? Ou tudo ficará como está? O prefeito seguirá o seu modus operandi de implementar sempre quando atinge 50% de seu mandato, o que chamo de “modo pretérito”? A ver. Alguns figurões vivem a expectativa de retorno ao primeiro escalão municipal.

Eleição em Viseu

O município paraense fronteiriço com o Maranhão, terá nova eleição, em fevereiro de 2023. Por lá, o favorito é o deputado federal que não conseguiu se reeleger, Cristiano Vale, do PP, que, inclusive, já foi mandatário municipal na citada municipalidade. A disputa parece definida. Viseu é um dos maiores redutos políticos dos Vale.

De volta do exterior

Amanhã, 19, expira a licença que o governador Helder Barbalho (MDB) tirou entre os dias 07 a 19 de dezembro. A primeira missão em seu retorno será a montagem de seu secretariado para o segundo mandato. A fila de espera à porta do Palácio do Governo continua. Mas, pelo “andar da carruagem”, as mudanças serão pontuais. A esperança de alguns está na estrutura federal no Pará, que Helder terá grande peso nas escolhas.

Calendário da Posse

Repetindo o que fez em 01 de janeiro de 2019, o governador Helder Barbalho (MDB) manterá a sua posse em outros municípios. Além da capital, Marabá e Santarém foram mantidas. Só que agora, mais um município receberá o mandatário estadual reeleito: Breves, no arquipélago do Marajó. A diferença em comparação a 2019 está em mais um dia de cerimonia de posse. Seguirá o seguinte formato: dia 01 em Belém às 09 horas; dia 02 em Santarém às 10 horas e Marabá às 18 horas. A novidade está no dia seguinte: dia 03 em Breves às 10 horas. Governador, de fato, por todo o Pará.

Reconciliação confirmada

O rompimento político entre o governador Helder Barbalho e o prefeito de Ananindeua, Daniel Santos, ambos do MDB, durou apenas duas semanas. Fontes palacianas ligadas à coluna, afirmam que a relação foi restabelecida e que tudo está, digamos, em ordem. A reaproximação partiu do mandatário municipal. O que um significativo corte em dois hospitais particulares não fazem…

Péssima avaliação 

O prefeito Edmilson Rodrigues (Psol) vive uma situação preocupante em relação à avaliação de sua gestão na Prefeitura de Belém. Sobram reclamações e há poucos que se atrevem a defender o trabalho que está sendo realizado, até mesmo, os da base. O que se fala é que Edmilson Rodrigues está em uma encruzilhada: ou faz algo considerado por muitos impossível: uma gestão de qualidade, ou o PSOL perderá a única capital que o partido governa. Possivelmente, o mandatário da capital não terá o apoio do governador. O que dizem é que falta é poder de comando ao prefeito.

Festa da democracia

A cerimônia de diplomação dos candidatos eleitos no Pará aos cargos de governador, senador, deputado federal e deputado estadual, nas eleições 2022, será no dia 21 de dezembro, quarta-feira, a partir das 17 horas, no Hangar Centro de Convenções, em Belém. Com isso, a Justiça Eleitoral confirma que eleito cumpriu todas as formalidades previstas na legislação eleitoral e está apto a exercer o mandato. No evento, Parauapebas terá dois diplomados: Ivanaldo Braz (PDT) como deputado estadual e Keniston Braga (MDB) como deputado federal.

Unifesspa em Canaã

Servidores da Prefeitura de Canaã dos Carajás e uma comissão técnica da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa), se reuniram na manhã da quinta-feira (17), para iniciar as tratativas da análise de viabilidade da implantação de um campus da instituição no município. Vamos torcer para que as tratativas avancem.

Falando em Canaã…

Não se fala outra coisa pelos quatro cantos da Terra Prometida, que não seja a briga entre a prefeita Josemira Gadelha e seu mentor político, o ex-prefeito Jeová Andrade, ambos do MDB. A bola da vez é que a ex-primeira-dama, Waina Andrade, que dizem é quem manda, e que agora quer ser candidata a prefeita em 2024.

Em compasso de espera

O ex-prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro (PSDB), que tentou ser senador da República na última eleição, ficando em quarto lugar, precisa definir o seu futuro político. Vai se lançar, por exemplo, novamente a prefeito de Ananindeua, batendo de frente com Daniel, a mando de Helder? Ou em um acordo com o governador, se lançaria prefeito no município vizinho: Belém? Helder quer o Palácio Antônio Lemos, e até onde consta, não deverá apoiar a reeleição de Edmilson Rodrigues (Psol).

Disputa em Marabá 

Em abril do ano corrente, o então presidente da Câmara de Vereadores de Marabá, Pedro Corrêa (União Brasil) havia debandado do grupo político do prefeito Tião Miranda (PSD) e se aproximado do deputado estadual Chamonzinho (MDB), com a esperança que este o apoiasse em 2024 para prefeito. Todavia, o citado parlamentar estadual parece querer se lançar ao comando do Poder Executivo marabaense. Chamonzinho foi bem votado por lá. Tião lançaria o filho? A ver.

Nova Mesa Diretora 

Na última quarta-feira, 14, foi realizada a eleição para a nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Marabá para o biênio 2023-2024. A Chapa 1 que teve à frente o vereador Alécio Stringari, o Alécio da Palmiteira, (PDT), recebeu 13 votos, enquanto a chapa 2, que tinha como presidente Elza Miranda, ficou com 8 votos. Também compõem a nova Mesa Diretora Ilker Moraes, 1º vice-presidente; Miguel Gomes Filho como 2º vice-presidente; Beto Miranda como 1º secretário; Fernando Henrique 2º secretário; e Cristina Mutran como 3ª secretária.

Pendência resolvida

A Pró-Saúde informou por nota à coluna, que está realizou na última sexta-feira, 16, após recebimento do repasse da Sespa, o pagamento do salário proporcional ao mês de novembro e dezembro, além da primeira parcela do 13º salário, dos profissionais do Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, Hospital Regional Público da Transamazônica e Hospital Materno-Infantil de Barcarena. Assim como em todo o período de seus contratos de gestão no Pará, a entidade cumpre com seu compromisso em priorizar o pagamento dos salários dos funcionários, que sempre foram pagos em dia, mediante o repasse de seu contratante.

União em torno da estrada

O vereador eleito para comandar o Poder Legislativo de Portel para o biênio 2023-2024, Charles Gonçalves, do PSDB, tem um objetivo: reunir os demais presidentes de outras Câmaras do arquipélago marajoara de municípios que seriam (ou serão) beneficiados com a sonhada pavimentação da PA-368, que liga Portel a Tucuruí, para que se possa reforçar a cobrança de asfaltamento da citada via o mais rápido possível junto ao governo do Estado. Em recente visita ao município de Portel, o governador Helder Barbalho, do MDB, prometeu empenho para pavimentar 150 km da estrada no seu próximo mandato.

O blog no Twitter!