CMP reinicia os trabalhos sob expectativa de melhora econômica de Parauapebas

COMPARTILHE:

A sessão solene de reabertura dos trabalhos legislativos da Câmara Municipal de Parauapebas (CMP) foi marcada por discursos de esperanças de que a situação do município melhore neste segundo semestre de 2023. Em seus discursos, os parlamentares enfatizaram a necessidade de manterem a união entre si e com o Executivo, para superar a crise financeira enfrentada pela cidade, atribuída à queda na arrecadação.

A solenidade, que ocorreu na manhã desta terça-feira (1), contou com a presença da população e de autoridades. Antes de iniciar, houve apresentação da Banda Legis, que é composta por servidores efetivos da Casa de Leis, com clássicos do rock, da Música Popular Brasileira (MPB) e Paraense (MPP). Na abertura da sessão, a Banda da Guarda Municipal executou os hinos nacional, estadual e municipal, além de uma música gospel.

A mesa da sessão solene foi composta pelos membros da Mesa Diretora: presidente Rafael Ribeiro (MDB), vice-presidente Zé do Bode (MDB), primeiro-secretário Francisco Eloecio (Republicanos) e segundo-secretário Josivaldo da Farmácia (PP); pelo deputado estadual Ivanaldo Braz; pela presidente da OAB Subseção de Parauapebas, Maura Paulino; pelo comandante em exercício do Corpo de Bombeiros, Tenente Paulo Victor Furtado e pelo representante do CPR 14 e Comandante do 23º Batalhão da Polícia Militar, Coronel Adilson Aquino.

Discursos

Por se tratar de sessão solene, não houve apreciação e votação de matérias. A solenidade foi destinada às falas dos vereadores. O primeiro parlamentar a utilizar a tribuna foi Cássio da VS-10 (PSD). “Espero que a gente possa realizar um bom trabalho e apresentar bons resultados para a população”, enfatizou.

Anderson Moratorio (PDT) também se mostrou esperançoso.  “Temos grandes desafios para o segundo semestre na educação, saúde e infraestrutura, mas, tenho certeza que conseguiremos avançar. Nosso pedido é para que Deus nos dê sabedoria para tomarmos as melhores decisões, só se melhora a política através da política, por isso é importante a participação de todos”.

Israel Miquinha (PT) também enfatizou a necessidade de manter a união para mudar o cenário atual do município e sugeriu a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para cobrar o pagamento de impostos da mineradora Vale. “Com todas as dificuldades que estamos tendo, na próxima sessão, em minha opinião, nós precisamos instaurar a CPI dos milhões que a Vale deve para o município. Se não fizermos isso, não vamos ajudar o município a sair dessa situação. Espero que possamos melhorar as coisas nesse semestre”.

O Líder de Governo, vereador Zacarias Marques (PP), relatou que os problemas referentes ao fornecimento de água em Parauapebas também estão relacionados com a crise financeira do município. “Quando a gente chega à questão financeira dos pipeiros, é uma situação que o município vive em função da queda da arrecadação. Quem trabalhou tem que receber. Eu estou aguardando um posicionamento do governo, para encontrarmos uma solução”.

Zacarias informou ainda que o relatório da Comissão de Assuntos Relevantes (CAR) acerca do abastecimento de água de Parauapebas será concluído em breve e vai apresentar sugestões que devem sanar os problemas hídricos da cidade de forma definitiva.

Francisco Eloecio (Republicanos) também reforçou a necessidade de união para enfrentar os desafios. “Essa Casa deve se unir para sanar os problemas. Diante dos desafios, precisamos refletir e aprender, para transformar nosso cenário. Vamos ter esperança, Parauapebas é uma terra abençoada, nós devemos lutar com todas nossas forças, para alcançar a vitória”.

Encerrando os pronunciamentos, o presidente Rafael Ribeiro (MDB) reiterou a necessidade de haver união para enfrentar as dificuldades. “Somente com a união de todos poderemos encontrar soluções. Não é criticando que vamos conseguir resolver. Executivo e Legislativo, o momento é de darmos as mãos para avançar. O governo precisa ter prioridades e a partir daí resolver os problemas. A Câmara está à disposição e agora mais ainda, para que com a união de todos possamos avançar e solucionar os problemas da população”.

O presidente fez ainda um balanço dos trabalhos do Legislativo no primeiro semestre de 2023, avaliando-o como altamente produtivo. Citou as ações e projetos realizados, como o “Vereador Mirim”; “Museu do Legislativo Vereador Faisal Salmen”, “Escola do Legislativo”, “Cinema na Comunidade” e a “Câmara nos Bairros. “Levamos a Câmara para perto da população, alguns criticam, outros elogiam, mas precisamos agir, trabalhar. As funções da Câmara são legislar, fiscalizar e propor, mas temos o Instituto Legislativo, que permite trabalharmos na área social e da saúde também”.

Rafael anunciou também as ações para esse segundo semestre. No dia 24 de agosto iniciam as aulas do curso superior de Gestão Pública; haverá realização das eleições do Vereador Mirim e lançamento do Parlamento Jovem, além de mais edições do Cinema na Comunidade. Nos dias 26 e 27 de agosto será realizada a 2ª edição do projeto Câmara nos Bairros, no Complexo VS-10, com a prestação de diversos serviços para a comunidade e show do cantor gospel Anderson Freire.

“Ninguém faz nada sozinho. Todas essas ações só são possíveis devido às parcerias com o Governo do Estado do Pará, com a OAB, com a prefeitura de Parauapebas, com o Instituto Ágape e demais parceiros. A Câmara nos Bairros é a prova de que quando nos unimos nós conseguimos entregar algo bom para a sociedade de Parauapebas”, concluiu Rafael.

A partir da próxima semana retornam as sessões ordinárias, que são realizadas todas às terças-feiras, às 9 horas.

Texto: Nayara Cristina (adaptado pelo Blog do Branco) / Foto: Elienai Araújo / AscomLeg 2023.

O blog no Twitter!