De volta ao mundo real

COMPARTILHE:

Pelo que se propagou, o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) deverá desembarcar em solo brasileiro nas próximas horas. Depois de uma estadia de 89 dias em solo norte-americano, o ex-mandatário retorna ao Brasil para, segundo o próprio, liderar a oposição ao governo Lula.

Não há dúvida que Bolsonaro ainda é, de longe, a maior liderança do campo oposicionista. Sua chegada ao Aeroporto Internacional de Brasília deverá causar tumultos e isso será, sem dúvida, um termômetro de sua popularidade. Em política, não existe vácuo. A permanência do ex-presidente nos Estados Unidos provocaria a médio prazo (isso dito em outro artigo de opinião neste Blog) a diminuição de sua estatura política, com diversos apoiadores disputando o seu espaço, algo que já se começou a observar.

No Brasil, a vida de Bolsonaro não será fácil. O ex-presidente deverá travar uma grande batalha judicial; precisará de tempo, força e dinheiro para enfrentar as diversas acusações que lhe são imputadas junto ao STF (Supremo Tribunal Federal), no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) e na primeira instância da Justiça, já que agora não goza de foro privilegiado.

A questão será: qual postura terá Bolsonaro em solo brasileiro? Será combativo? Fará um oposição pragmática ao governo Lula? Ficará nos bastidores, articulando o campo oposicionista para as eleições do próximo ano?

A um apoiador em seu embarque em direção ao Brasil, o ex-presidente afirmou: ” que não vai liderar oposição e que direita não é irresponsável”. Tal afirmação seria um novo posicionamento político, mais ameno, saindo do campo extremo? Seria uma tática para desviar o foco? Ou ele estaria, de fato, se retirando de qualquer possibilidade de disputar eleições e buscando um sucessor?

Muitos questionamentos rondam a chegada de Jair Bolsonaro ao Brasil. Cabe esperar para uma melhor analise dos fatos. O período de férias em Orlando acabou. O ex-presidente volta ao mundo real e de assumir suas responsabilidades.

Imagem: reprodução Internet.

O blog no Twitter!