Mesmo no comando da Presidência da República, PT ganhou poucos filiados em 2023

COMPARTILHE:

O novo mandato de Lula (PT) na Presidência da República não serviu para aumentar a lista de filiados ao Partido dos Trabalhadores até o momento. Um dos fundadores e nome de maior destaque do partido, Lula assumiu o comando do governo federal pela terceira vez em 2023. Mas, no ano, o PT aumentou o seu número de filiados em somente 0,8%.

Ainda assim, a sigla de esquerda é a segunda maior do Brasil. Saiu de 1,60 milhão de filiados em janeiro para 1,62 milhão em novembro de 2023, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atualizados até 21 de dezembro.

Ranking geral de filiados por partido, segundo dados do TSE, temos: 

1 – MDB – 2.058.229 (queda de 1% em comparação de janeiro com dezembro de 2023);

2 – PT – 1.620.146 (crescimento de 1% comparação de janeiro com dezembro de 2023);

3 – PRD – 1.346.189 (junção do PTB com o Patriota);

4 – PSDB – 1.312.582 (queda de 1% em comparação de janeiro com dezembro de 2023);

5 – PP – 1.282.277 (queda de 1% em comparação de janeiro com dezembro de 2023);

6 – PDT – 1.105.553 (queda de 2% em comparação de janeiro com dezembro de 2023);

7 – União Brasil – 1.050.084 (queda de 1% em comparação de janeiro com dezembro de 2023);

8 – PL – 807.247 (aumento de 6% em comparação de janeiro com dezembro de 2023);

9 – Podemos – 802.495 (aumento de 98% em comparação de janeiro com dezembro de 2023);

10 – PSB – 622.612 (queda de 1% em comparação de janeiro com dezembro de 2023).

Com informações de Congresso Em Foco (adaptado pelo Blog do Branco). 

Imagem: Exame. 

O blog no Twitter!