Marcelo Catalão é a aposta do Avante para Prefeitura de Parauapebas

0
335

O Avante oficializou a candidatura de Marcelo Catalão a prefeito de Parauapebas durante convenção realizada na noite desta quarta-feira, 16. Na ocasião, foi confirmado que Meire Vaz, do Partido da Mulher Brasileira (PMB), está compondo a chapa “Mudança de Verdade”, concorrendo ao cargo de vice-prefeita.

A festa da democracia reuniu centenas de pessoas no Espaço Cabocla, localizado no bairro Cidade Jardim, onde a organização disponibilizou máscaras gratuitas na portaria para o uso dos populares, seguindo recomendações dos órgãos de saúde.

Além do anúncio oficial da candidatura de Catalão e Meire, também foram apresentados à população os candidatos a vereadores de ambos os partidos. Democraticamente, todos tiveram um espaço na programação.

Emocionado com a presença e apoio da comunidade, Catalão afirmou que pretende trabalhar para garantir direitos básicos a toda população parauapebense, como acesso a água potável, desenvolvimento social e geração de emprego. “Parauapebas é uma cidade milionária e graças a Deus foi abençoada por floresta, minério e biodiversidade, mas nossa maior riqueza é vocês. É de vocês que nós queremos cuidar. Queremos que todas as donas de casa tenham água nas suas torneiras; que as crianças tenham acesso à educação de qualidade, escolas em tempo integral; que os jovens e adultos tenham oportunidade de crescimento profissional com escolas técnicas, empregos; que os hospitais funcionem de verdade”, discursou.

Marcelo acredita que sua trajetória na cidade lhe garante credibilidade de que será um bom administrador do município. “Eu tenho honra e honestidade na minha história, sempre trabalhei duro para sustentar minha família, cresci com dignidade e é com essa experiência que eu cheguei até aqui, cheio de vontade, para ajudar essa gente que vive ignorada pelas políticas públicas. Parauapebas precisa de gente que respeite gente, não de gente que governa de costas para o povo, como já experimentamos nos últimos anos”, ponderou o candidato do Avante.

Meire Vaz, em seu discurso, contou que um dos principais projetos da chapa é promover o desenvolvimento socioeconômico de Parauapebas, para além da mineração. “Você já parou para pensar daqui 20, 30 anos, como vai ser essa cidade no dia que essa mineração parar? Como vamos nos sustentar quando não tiver mais minério? Precisamos pensar em mais formas de gerar emprego e renda nas mais diversas áreas de atuação, para garantir que nossa cidade seja um lugar de oportunidade e qualidade de vida para todos”, disse a candidata a vice.

Quem é Marcelo Catalão

Nascido na cidade de Catalão em Goiás, Marcelo já mora em Parauapebas há 34 anos. Vindo de uma família humilde, ele já foi vendedor de picolé, verduras e engraxate quando era criança. Na juventude, participou do movimento pela emancipação da cidade e hoje, com 43 anos de idade, responde por todos os negócios da família, gerando empregos diretos e indiretos no setor do agronegócio na região.

Em 2005, ele foi convidado para assumir a secretaria da Fazenda Municipal, fazendo um trabalho de gestão pública eficiente, colaborando para o crescimento do município. Posteriormente, tornou-se presidente de um dos maiores sindicatos de produtores rurais do Pará, o Siproduz, ampliando a capacidade de produção e venda de bovinos.

Apaixonado pelo município e pensando no crescimento da região, liderou o movimento em prol da criação do Estado do Carajás. Em 2014, disputou o cargo de deputado federal, com interesse em defender e representar o povo de Parauapebas, ficando como suplemente, sendo o candidato mais votado da cidade e microrregião do Carajás.

Em 2016, após vários pedidos de amigos, sindicatos e empresários, Marcelo participou do pleito municipal. Hoje, com mais apoiadores e com o povo ao seu lado, ele é pré-candidato a prefeito e, após a homologação de sua candidatura, seguirá determinado a vencer e acabar de vez com o monopólio dos grupos que comandam a cidade há anos.

Quem é Meire Vaz

Esposa, mãe e pastora com experiência comprovada no desenvolvimento social, Meire conhece os problemas de Parauapebas. Pioneira da cidade e moradora da capital do minério desde 1983, ela já ocupou o cargo de vice-prefeita em dois mandatos em 1993 e 2000.

Em 93, o principal projeto de governo de Meire e o prefeito Chico foi o saneamento do município, algo que não existia até aquele momento. A cidade, que tinha pouco mais de cinco mil habitantes, recebeu um projeto que atenderia até 30 mil pessoas com saneamento básico adequado. O projeto foi essencial para atender a demanda do município que não parava de crescer.

Já em 2005, ao lado de Bel Mesquita, a participação de Meire Vaz foi ainda mais ampliada, pois foi encarregada de dirigir a Secretaria de Assistência Social. Como secretária, ela encabeçou vários projetos sociais.

Hoje, 16 anos depois de se afastar da política, Meire está decidida a voltar a servir a sociedade parauapebense, na certeza de que sua liderança, ao lado de Marcelo Catalão, tem o poder de transformar o município.

 Fonte e Imagem: Daleth Oliveira (Assessora de Imprensa).

Deixe uma resposta