Rapidinhas do Branco – LIII

COMPARTILHE:

Pré-candidatura coletiva

Coordenada pelo vereador de Parauapebas, Miquinha, do PT, ocorreu uma reunião que visa instaurar uma pré-candidatura coletiva do partido na Palmares Sul, historicamente, base eleitoral petista. A proposta visa fortalecer o partido na área, que já foi mais “vermelha”, mas hoje vive uma popularização de votos em diversos candidatos.

“Fera” mansa

Conforme apontado na coluna anterior, o ex-vereador cassado Aurélio Goiano (PL), continua com a sua estratégia de imagem “amansada” perante à população. Faz parte do marketing político. O objetivo é fazê-lo crescer nas pesquisas para além da sua “bolha” bolsonarista mais, digamos, radical. Resta acompanhar as próximas medições junto ao eleitorado para saber se, de fato, esse novo perfil de Goiano o faz conseguir subir nas pesquisas. A ver.

Grande respiro

Entrou nos últimos dias no caixa da Prefeitura de Parauapebas algo próximo a 210 milhões de reais (repasses de duas parcelas da CFEM e uma do ICMS). Nos próximos dias a esperança é que chegue mais um aporte de 87 milhões (CFEM), que irá beirar quase 300 milhões de reais no total em menos de um mês. Grande respiro às finanças públicas municipais. O valor quase paga o que a gestão deve na “praça”. Se tudo caminhar bem, 2024 começará como se diz em gestão “redondo”.

Construindo o futuro

O presidente da Câmara Municipal de Parauapebas, Rafael Ribeiro (MDB), anda rodando diversos bairros da capital do minério, com uma iniciativa que está sendo bastante elogiada, o projeto “Construindo o Futuro”. Nele, o citado edil escuta as demandas da localidade, promove o debate que visa construir possibilidades de ajudar nas resoluções das demandas apresentadas.

Altamente prestigiada 

Doutora Érica Ribeiro, presidente do diretório do PSDB em Parauapebas, anda com grande prestígio com a direção estadual. A citada foi convidada para representar o partido no Observatório de Violência Política contra a Mulher, que ocorrerá entre os dias 21 e 22 de outubro em Manaus. A mulher está com moral!

Novo presidente tucano 

Hoje, 14, o vereador de Belém, Mauro Freitas, foi conduzido ao comando do PSDB na capital paraense. Freitas vem sendo muito elogiado pelo seu trabalho dentro do “ninho tucano” belenense. O referido parlamentar está em seu terceiro mandato como vereador e já presidiu a Câmara Municipal.

Difícil de subir 

O que se diz é que a pré-candidatura de Luciano Dias, atual vice-prefeito de Marabá não emplaca. Em baixa nas pesquisas mesmo com a máquina municipal voltada ao seu nome. O peso de carregar nas costas uma gestão mal avaliada como a de Tião Miranda está impossibilitando criar um nível de competitividade. Enquanto isso, de sua sala envidraçada de frente para a Rodovia Transamazônica, o deputado estadual Chamonzinho acompanha tudo confortavelmente…

Disputa promete 

O pequeno município de Capitão Poço, no Nordeste paraense, promete ser um dos locais de maior embate político-eleitoral em 2024. Por lá, três grupos políticos disputam o comando do Poder Executivo: Família Tonheiro x deputado estadual Erick Monteiro x Raimundo Belo (ex-prefeito e esposo da deputada estadual Diana Belo). A disputa entre os grupos citados pode ser estendido por ramificações políticas aos municípios de Garrafão do Norte e Irituia.

Correndo contra o tempo

É de se reconhecer que o atual prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues (ainda no Psol) vem se esforçando para conseguir parcerias e projetos para ajudar a sua gestão. Conforme dito em outra coluna, o mandatário municipal “bate ponto” semanal em Brasília, e vem conseguindo algumas vitórias que darão sobrevida à sua gestão.

Novas possibilidades

A lógica seria o governador Helder Barbalho apoiar à reeleição do prefeito Edmilson Rodrigues (ainda no PSOl), todavia, a resolução do partido parece ser um entrave a este apoio, além, é claro, do alto nível de rejeição que o mandatário da capital paraense ostenta. Por conta disso, a lógica dentro do MDB seria a do deputado estadual Zeca Pirão que anda muito bem avaliado em algumas pesquisas. A questão é que Barbalho anda também analisando outra possibilidade: Igor Normando tendo como vice John Wayne, atual presidente da Câmara Municipal de Belém.

Não procede I

O colunista entrou em contato ontem, 13, com o deputado estadual Chamonzinho, do MDB, para saber do mesmo se tinha fundamento a informação dada pelo jornalista Marcelo Marques, que noticiou que o citado parlamentar havia declarado apoio a Ivanaldo Braz, seu colega de parlamento, que se lançou pré-candidato a prefeito de Parauapebas. Chamonzinho negou tal apoio e disse que isso será definido mais à frente, tendo como base a decisão de seu partido.

Não procede II

Outra notícia que gerou bastante repercussão na capital paraense foi a possível filiação do deputado estadual licenciado e atual secretário de Cidadania do Pará, Igor Normando ao Partido dos Trabalhadores, com objetivo de concorrer à Prefeitura de Belém no próximo ano. O colunista entrou em contato com Normando, que negou a tal filiação e afirmou que continua sem partido depois que deixou o Podemos.

Debate amazônida 

A “Margem Equatorial” é uma faixa do litoral norte do país que vai do estado do Rio Grande do Norte ao Amapá. Segundo estudos da Petrobras comprovam as recentes descobertas de combustíveis fósseis em regiões limítrofes. É preciso ficar claro que o impedimento de exploração esvazia por completo o debate e a possibilidade de tomada de decisão da sociedade local e levou a Petrobras, que atua num mercado competitivo, a fazer escolhas que sequer deveriam ser cogitadas, se o debate não fosse contaminado por uma disputa de narrativas e visões equivocadas sobre a Amazônia que, muitas vezes, não inclui, sequer, os próprios amazônidas.

Demandas marajoaras 

A Sudam realizará nesta segunda-feira e terça-feira, dias 16 e 17 de outubro, em seu auditório, em Belém, o Seminário “Identificando demandas prioritárias para o desenvolvimento sustentável dos Arquipélagos do Marajó/PA e de Bailique/AP”. O evento reunirá governos federal, estadual e prefeituras, além de instituições de ensino e pesquisa. A ideia é identificar e mapear demandas prioritárias para serem atendidas de forma conjunta e planejada. O trabalho é urgente, pois essas regiões, mesmo ricas em recursos naturais e de grande potencial econômico, possuem baixo IDH (Índice de Desenvolvimento Humano).

O blog no Twitter!